1 de dezembro de 2021

TSE barra candidatura de Lula a presidente nas eleições deste ano

Mais visitadas

Por 6 votos a 1, ministros entendem que petista não pode concorrer por estar enquadrado na Lei do Ficha Limpa

lula
TSE realizou sessão extra para julgar pedido de registro de candidatura do ex-presidente Lula.Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) barrou nesta sexta-feira (31/08) a pretensão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de disputar as eleições presidenciais deste ano. Por 6 votos a 1, os ministros avaliaram que o petista não pode concorrer ao cargo por estar enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Lula foi condenado por corrução e lavagem de dinheiro e está preso em Curitiba desde 5 de abril. A votação foi encerrada 1h da manhã,

A maioria dos ministros acompanhou o voto do relator Luís Roberto Barroso. “A Lei da Ficha Limpa claramente prevê serem inelegíveis os que tenham sido condenados por órgão colegiado”, disse.

O ministro Edson Fachin foi o único a votar a favor da candidatura de Lula, ao argumentar que, apesar de Lula estar inelegível pela Lei da Ficha Limpa, a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas), garante a sua participação nas eleições deste ano, mesmo preso.

Com essa decisão, o PT terá até dez dias para substituir Lula. Até lá, a coligação não poderá exibir imagens do ex-presidente durante horário eleitoral gratuito. O substituto deve ser o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que até hoje era o vice na chapa majoritária encabeçada por Lula.

lula
Lula está fora da disputa eleitoral deste ano e PT apresentará Plano B. Foto: Divulgação/Insituto Lula

Entenda o caso

O ex-presidente Lula foi condenado em segunda instância no caso triplex do Guarujá em 24 de janeiro deste ano. A 8ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da Região 4) condenou o petista a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, com início em regime fechado.

No ano passado, em julho, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo caso da Lava Jato e análise do processo do triplex, já havia condenado Lula em primeira instância.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações