Vereador de São Caetano se diz vítima de fake news e vai à Justiça

 Jander Lira afirma que moradores têm recebido mensagens no celular com notícia falsa de seu posicionamento sobre ensino médio na cidade

 

fake news
Jander Lira diz estar sendo vítima de fake news. Foto: Divulgação

 

O vereador de São Caetano Jander Lira (PP) solicitará à Justiça investigação sobre a autoria de disparos feitos por meio de WhatsApp de notícia falsa sobre seu posicionamento a respeito do futuro do ensino médio na cidade. “Além de jornal, estão espalhando mensagens pelo celular com teor mentiroso a meu respeito. A mensagem falsa diz que sou contrário ao ensino médio gratuito, quando, na verdade, eu defendo sua manutenção”, afirmou.

Após ter participado, no último mês, de uma reunião com representantes do governo e professores, Jander foi o vereador que divulgou em primeira mão à imprensa estudo do governo de que o ensino médio das escolas Alcina Dantas Feijão, Oscar Niemeyer e Vicente Bastos poderia ser transferido para um um colégio universitário a ser criado dentro da USCS (Universidade de São Caetano do Sul) e os alunos receberiam bolsas de estudo.

Por conta dessa divulgação, os alunos se mobilizaram, protestaram e chegaram a paralisar as atividades durante um dia, pela falta de informação. Desde o início do ano os comentários circulavam nos corredores das escolas.  Depois da confusão e da paralisação, houve reunião dos estudantes com o comando da Secretaria de Educação e a Prefeitura emitiu uma nota oficial em que afirmou se tratar de boatos e que manteria o ensino médio nos três colégios. O projeto do colégio universitário na USCS vai continuar, mas pago, e o governo prometeu manter o ensino médio nas três escolas.

Jander Lira, que é professor do Alcina Dantas Feijão, disse que por conta da divulgação que fez sobre o projeto do governo passou a ser vítima de fake news na cidade. Sem revelar quem seriam os autores, o parlamentar se defendeu. “Querem colocar a classe estudantil contra mim, mas a população é bem informada e sabe que trata-se de fake news. Como professor e vereador sempre defenderei a manutenção do ensino médio nas três escolas. O Alcina faz parte da história de São Caetano”, finalizou o vereador que gravou um vídeo e tem colocado nas redes Sociais para colocar sua posição sobre o tema. Assista: