18 de maio de 2022

Vídeo mostra início da confusão entre vereador de Diadema e enfermeiro

Mais visitadas

  Mulher do parlamentar conta sua versão no caso e diz que agressão feita ao profissional foi em legítima defesa

Um vídeo divulgado pela mulher do vereador de Diadema Sérgio Ramos da Silva, o Companheiro Sérgio(PPS), mostra exatamente o momento em que começou a discussão dentro do Hospital Piraporinha entre o parlamentar, seus familiares e o enfermeiro Márcio Rodrigues dos Santos. Houve muita confusão e até agressão e o caso foi parar na Delegacia. Como o vereador está internado com problemas renais e ele não foi depor.

As versões sobre o episódio divergem. A mulher do vereador Elivania Ferreira da Silva que estava com o filho Elivelton ao lado do Companheiro Sérgio disse que saiu em defesa de um paciente que estava com dor e resolveu pegar o celular para filmar o local. Na versão de Edivânia, o funcionário teria jogado o aparelho no chão e a agredido e que, por isso, teria havido o revide “em legítima defesa”.

Elivancia acrescentou que o enfermeiro quebrou o celular do marido e que ainda teria a agredido nos seios. “Não agredi o enfermeiro. O que ocorreu lá foi em legítima defesa. O vídeo mostra que ele bate no celular e vem em cima de mim e de meu filho. Ele me agrediu com um soco nos meus seios. O vídeo prova toda a história que aconteceu”, afirmou.

Enfermeiro foi encaminhado para fazer corpo delito. Foto: Arquivo pessoal

O enfermeiro procurou a Polícia onde registou o BO (Boletim de Ocorrência) no 3º DP (Distrito Policial). O enfermeiro Márcio Rodrigues dos Santos contou que o vereador, sua mulher, e o filho Elivelton Ramos da Silva o agrediram.

Márcio disse que a confusão teve início porque o vereador e sua mulher reclamaram que um paciente estava com dor, mas o profissional informou que a pessoa já havia sido medicada e nada podia fazer no momento. Em depoimento, o enfermeiro disse que Sérgio se identificou como vereador “para se promover politicamente perante as pessoas que estavam no hospital”. O profissional relatou que foi neste exato instante que a mulher do parlamentar partiu para a a ameça e a agressão. “Durante a confusão, Sérgio também tentou agredir, no entanto, foi contido enquanto segurava uma cadeira”, relatou o profissional à Polícia.

O enfermeiro passou por atendimento médico e a Polícia deu a requisição para ele fazer exame de corpo delito e declarou que vai representá-los criminalmente. A mulher do vereador afirmou que a família também vai acionar o profissional na Justiça.

companheiro sérgio
Momento que iniciou a confusão dentro do Hospital Piraporinha. Foto: Reprodução

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações