Prefeitura de S.Caetano se cala sobre falta de medicação para quimioterapia

Mais visitadas

Reportagem publicada pelo ABCD Jornal nesta segunda-feira mostra caso de paciente que teve tratamento suspenso

 
medicação
Prefeitura de São Caetano nçao se manifesta sobre falta de medicação Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Caetano se calou sobre a falta de medicação para a realização de quimioterapia na cidade. Há dois dias a reportagem do ABCD Jornal entra em contato com a administração do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), mas não obtém retorno sobre o fato. A moradora Elisangela Gondim foi quem relatou que o filho teve o tratamento suspenso por falta de medicação. O jovem de 24 anos Luís Felipe da Silva sofreu uma cirurgia para a retirada de um tumor do intestino.

No página do Facebook da Prefeitura consta que desde o início do mês (08/10) a Prefeitura de São Caetano assumiu o serviço, porque acabou o convênio de dez anos com o Instituto de Câncer Dr. Arnaldo Vieira, da Capital, responsável pelo fornecimento de medicamentos quimioterápicos.

Com o Instituto também houve problema de falta de medicação, conforme reportagem publicada pelo ABCD Jornal em julho deste ano.

Quando fez o anúncio sobre o serviço assumido pelo município, a Secretaria de Saúde, comandada por Regina Maura Zetone, informou que a Prefeitura faria um investimento extra mensal de R$ 250 mil, atingindo um total de R$ 400 mil de custos por mês.

 

Na ocasião, a Pasta da Saúde admitiu à imprensa que houve falhas na entrega dos medicamentos por parte do Instituto. O centro oncológico de São Caetano atende, por mês, 15 novos pacientes.

 

medicação
Comunicado feito pela Prefeitura na Página do Facebook. Foto: Reprodução

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações