16 de maio de 2021

Fim de contrato entre Prefeitura e Santa Casa de Mauá afeta atendimentos

Mais visitadas

Hospital chegou a colocar faixa informando moradores que a partir de 1º de setembro não atenderá mais pelo SUS

santa casa
Faixa foi colocada na frente da Santa Casa, mas retirada posteriormente. Foto: Divulgação/Facebook

O contrato com a Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Mauá expirou no mês de maio de 2018 e a instituição chegou a colocar até uma faixa na frente da entidade para informar aos moradores que a partir de 1º de setembro não atenderá mais pelo SUS (Sistema Único de Saúde), porque a parceria com o poder público local se encerrou.

A Prefeitura repassava mensalmente para a Santa Casa R$ 500 mil e um dos principais serviços prestados era a realização de partos, uma média de 100 por mês.

No momento das negociações para a renovação do contrato, a Secretaria de Saúde foi informada que a Santa Casa havia perdido a Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social – CEBAS, assim, a Prefeitura de Mauá aguarda regularização da documentação necessária para concretizarmos novo contrato e as tratativas estão em andamento. Toda a demanda está sendo atendida na rede de saúde do município”, informou nota oficial da Prefeitura.

A Santa Casa foi procurada, mas a informação é de que a faixa foi retirada e que a pessoa que poderia dar mais esclarecimentos sobre o assunto estava ausente. A instituição pediu para retornar na segunda-feira (27/08).

Crise

A área de saúde em Mauá anda em crise. Além de os moradores reclamarem da falta de médicos em UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), houve diminuição de quatro horas no horário de expediente das UBSs (Unidades Básicas de Saúde).

O contrato com a Fuabc (Fundação do ABC), responsável pela contratação dos profissionais na cidade, também tem problema e a dívida acumulada do município com a instituição é de R$ 128 milhões.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações