Bruna Surfistinha é proibida de entrar em casa após denúncia de ONG

Mais visitadas

Bruna foi impedida de entrar na residência após ONG denunciar abandono e maus-tratos contra os animais; ConfiraBruna Surfistinha é proibida de entrar em casa após denúncia de ONG

Ong denunciou Bruna por abandono de animais. Foto: Reprodução/Instagram @bsurfistinhaoficialBruna Surfistinha foi proibida de entrar em seu apartamento no centro de São Paulo. Esta situação surgiu após alegações de que ela havia abandonado uma cachorra e três gatas no imóvel. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso, que ganhou atenção após um boletim de ocorrência registrado pela síndica do prédio. Os animais, encontrados em condições precárias, foram resgatados e encaminhados para ONGs.

Em um vídeo publicado em seu perfil no Instagram, Bruna Surfistinha detalhou sua tentativa frustrada de acessar o apartamento. Ela relatou ter sido impedida de entrar no local em várias ocasiões. A defesa de Bruna argumenta que a proibição de entrada está relacionada a atrasos no aluguel e pressões para que ela deixasse o imóvel.

Veja também: Jovem sequestra bebê de três meses e é presa no Brás

Denúncia da ONG e resgate dos animais

A denúncia de maus-tratos ganhou força com a intervenção da polícia e de ativistas de ONGs. A situação dos animais, encontrados em meio a fezes e sem comida, foi divulgada nas redes sociais pela ativista Luisa Mell.

A labradora foi levada para a ONG Promessa Fiel, enquanto as gatas foram encaminhadas para a ONG Perfeitos e Especiais. As condições insalubres do apartamento e a urgência do resgate dos animais foram destacadas pelas ONGs envolvidas, de acordo com o portal G1.

Defesa de Bruna Surfistinha

A defesa de Bruna Surfistinha, por outro lado, contesta as alegações de abandono. Segundo com o relato da defesa, divulgado pelo portal de notícias, Bruna estava enfrentando dificuldades financeiras e problemas com o fornecimento de energia elétrica no apartamento, o que a levou a ficar em outro local.

Eles afirmam que, apesar desses desafios, Bruna visitava frequentemente o apartamento para cuidar dos animais. A defesa enfatiza que a narrativa foi distorcida e que os animais não foram abandonados.

Veja mais: Vídeo mostra perseguição a motorista com Camaro amarelo na av. dos Estados

Mais publicações

Últimas publicações