Vídeos: Na fuga, ladrão de picanha atropela jovem em Santo André  

Mais visitadas

Antes de ser preso pela GCM, o criminoso pulou em telhados, mas foi pego por populares que o agrediram e quebraram o nariz dele

moto debaixo de carro
Na fuga, ladrão de picanha atropela jovem em Santo André. Foto: Divulgação

Um ladrão roubou R$ 1.407,34 em picanhas e outras carnes nobres na loja da Swif que fica no bairro Santa Teresinha, em Santo André, neste sábado (23/12). Na fuga ele atropelou uma jovem, desceu do carro e subiu em telhados de várias casas até ser pego por populares que o agrediram fisicamente até a chegada da GCM (Guarda Civil Municipal).

De acordo com o Boletim de Ocorrência, por volta das 10h40, o homem entrou no estabelecimento, circulou pela loja e se dirigiu ao setor onde estavam as carnes mais nobres e caras. Os funcionários perceberam que o suspeito estava inquieto, demonstrava nervosismo e suava na região da testa, aparentando estar sob o efeito de alguma substância entorpecente. Em dado momento, ele pegou diversas peças de carnes nobres do interior dos freezers do estabelecimento e as colocou em uma cesta. Em seguida, foi até a fila do caixa, porém, antes de efetuar o pagamento, correu e entrou em um veículo VW/Fox e fugiu.

A gerente chegou a correr atrás dele e acionou o botão de pânico do estabelecimento.

Segundo o BO, uma viatura da GCM (Guarda Civil Municipal) passava pelo bairro e uma mulher que trafega em uma motocicleta sinalizou com as mãos e gritou: “pega ladrão, pega ladrão” (sic)” e apontou para um veículo VW/Fox que estava logo à sua frente.

Em seguida, de forma proposital, o criminoso deu ré no automóvel e atingiu deliberadamente a jovem que estava na moto. Ele acelerou o veículo, de ré, por pelo menos três vezes contra a motociclista, que caiu no solo.

Neste momento, os GCMs se aproximaram para realizar a abordagem do condutor do VW/Fox, mas ele desembarcou do veículo e saiu correndo sentido Alameda Marques de Barbacena, desobedecendo a ordem de parada.

O criminoso correu até a Rua Silva Jardim e subiu no telhado das casas ali existentes. Vários populares, incluindo vários motoboys aguardaram ele descer de uma das casas e o agrediram fisicamente, inclusive com o uso de capacetes.

A GCM chegou e interrompeu a agressão e os populares se evadiram rapidamente sem serem identificados. O indiciado, posteriormente, foi identificado como Artur Honorato Cunha.  Ele estava extremamente agressivo, nervoso e aparentava estar sob efeito de drogas, com os olhos bem arregalados e avermelhados.  Indagado, o ladrão se negou a falar.

Posteriormente, uma outra equipe da Guarda Municipal se dirigiu ao local da colisão entre o VW/Fox e a moto e encontrou oito peças de carne da loja Swif dentro do automóvel, além de uma mochila que continha um facão e um cachimbo para uso de crack.

Uma representante da empresa Swift esteve no local da colisão e reconheceu as mencionadas peças de carnes, esclarecendo que, momentos antes, o indiciado havia as subtraído do interior da loja situada na Alameda Vieira de Carvalho, 117.

A motociclista atingida pelo veículo VW/Fox, ,S.C  alegou que estava no estacionamento da Swift quando viu o indiciado saindo da loja e ingressando no VW/Fox, evadindo-se em alta velocidade. Ela disse que, em seguida, uma funcionária da loja saiu gritando que tal indivíduo havia furtado as carnes do estabelecimento, razão pela qual passou a acompanhá-lo pela Alameda Vieira de Carvalho, até a Praça Rui Barbosa, onde ele a atingiu com o VW/Fox de propósito.

Segundo a vitima, no trajeto entre a Swift e a praça, uma senhora entrou no veículo. A vítima atropelada ficou com ferimentos no cotovelo direito, no pé esquerdo e no tornozelo direito, porém dispensou atendimento médico no local.

O ladrão também teve o nariz fraturado durante a agressão de populares, razão pela qual foi levado até a UPA Bangu e, depois para o CHM (Centro Hospitalar Municipal) de Santo André, onde permaneceu internado para passar por cirurgia.

Tanto a representante da empresa Swift quanto a vítima atropelada compareceram na Delegacia de Polícia e reconheceram o bandido, por foto.

A mãe do criminoso confirmou à Polícia que o filho é usuário de drogas e que, neste sábado, pela manhã, ele a deixou no Sacolão e saiu para resolver outras coisas com o VW/Fox, indo buscá-la alguns minutos depois na Alameda Vieira de Carvalho. Ela estava dentro do VW/Fox no momento do atropelamento da motociclista.

O CHM informou à Polícia que o criminoso será submetido à cirurgia no nariz, porém, em razão do uso de drogas, deverá passar antes por um período de 7 dias de internação no hospital para desintoxicação.

Populares filmaram o momento em que a moto ficou debaixo do carro após atropelamento em Santo André. Até uma noiva que estava na Praça correu para ver o que estava acontecendo.

Veja vídeo:

 

noiva observa atropelamento
Pessoas, entre elas uma noiva, observam ação da GCM durante ocorrência de roubo e atropelamento em Santo André.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações