Vídeo: Líder de Paulo Serra renuncia liderança do governo e dispara críticas

Mais visitadas

Segundo o vereador Professor Minhoca, altos salários, forasteiros, falta de diálogo e aumento de 23% na conta de água precisam ser investigados

CPI
Segundo o vereador Professor Minhoca, altos salários, forasteiros, falta de diálogo e aumento de 23% na conta de água precisam ser investigados. Foto: Divulgação

O vereador Professor Jobert Minhoca (PSDB) renunciou neste domingo (29/08) à liderança do governo Paulo Serra (PSDB) na Câmara e agitou os bastidores políticos da cidade, principalmente porque ele disparou duras críticas à administração e ainda propôs investigação com relação a funcionários comissionados forasteiros (de outras cidades), aumento excessivo na conta de água (23% em maio), aplicação de verba na pandemia e altos salários na Prefeitura. Ele ainda criticou a falta de diálogo com os vereadores.

“Temos tido dificuldades em discutir com o governo os pedidos dos vereadores e, somado a isso, recebemos diversas denúncias de recursos  de covid-19 que não foram aplicados diretamente na pandemia. Teremos de investigar. Chega também o aumento da água e diversas pessoas vindo trabalhar de outras cidades como Mauá, Ribeirão Pires, Diadema e São Bernardo, com salários altos para construção de um projeto político. Precisamos saber se estão produzindo algo, pois o dinheiro do andreense está indo embora e você, que é da cidade, que  é técnico, e que poderia com o coração produzir muito com um terço desse salário, tenho certeza que faria a diferença”, disse.

Diante disso tudo, e diversas denúncias que estão chegando, eu entrego a  liderança do governo”, disparou Minhoca ao dizer que é um político diferente.  “Ser normal na política e aceitar tudo é a meta dos fracassados”, afirmou. “Por isso resolvi deixar a liderança. Entre ser líder de governo e ser líder do povo, eu escolho ser o vereador Minhoca, aquele que não pipoca”, afirmou.

De acordo com Minhoca, ele teve aumento de 145% em votação para vereador em 2020 e, por isso, afirmou que  tem a obrigação de apurar os fatos que chegam até ele. “Aceitei o desafio de ser líder e fiz com grande excelência. Sou o vereador que mais trouxe recursos e emendas federais para Santo André. Foram R$ 30 milhões que contribuíram para o prefeito tirar obras do papel, graças aos nossos deputados federais”, disse.

No entanto, ele acrescentou que nos últimos dois meses faltou diálogo entre Executivo e Legislativo, além de denúncias que chegaram a seu gabinete.

Nos bastidores políticos, a informação é de que também pesou na decisão de deixar a liderança as articulações para as eleições do ano que vem. Paulo Serra deve lançar sua mulher, Ana Carolina Serra, como deputada estadual e Minhoca também tem pretensões de disputar as eleições, mas não estaria tendo o apoio necessário para ser o deputado federal indicado pelo governo.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do prefeito que disse que o governo não vai se posicionar sobre o assunto.

Assista ao vídeo publicado pelo vereador nas redes sociais:

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações