Vídeo: Jovem que tirou a vida de ciclista em S.Bernardo vai a júri popular nesta quinta

Mais visitadas

Julgamento acontecerá no Fórum da cidade a partir das 10h, ciclistas farão manifestação pelas ruas da cidade  

Lucas Lopes Chaves, de 29 anos, que atropelou e tirou a vida do ciclista Victor Hugo Ribeiro, de 22 anos, na Rodovia Índio Tibiriçá, em 6 de fevereiro de 2022, vai a júri popular nesta quinta-feira (16/08), no Fórum da cidade.  A velocidade permitida no trecho em que houve o atropelamento era de 40 km e, segundo testemunhas, o veículo estava a 120 km.

Edilsa Ribeiro, mãe de Victor, clama por Justiça e diz que foram meses de luta até a chegada desse julgamento. Ela afirma que não foi só a vida do filho que Lucas tirou. O sofrimento e da família é permanente. “A dor é para sempre”.

Além de ter se mudado de residência por não suportar mais conviver com as lembranças onde morou com o filho, Edilsa faz tratamento psiquiátrico e toma medicamentos controlados.

“Estamos bem confiantes de que a justiça será feita. Fizemos muitas manifestações, inclusive, nesta quinta-feira, ciclistas se unirão para mais um protesto que começará na Praça Geovane Breda (ária verde), no bairro Assunção, às10h40, e seguirá para o Paço Municipal e depois até o Fórum, por volta das 1hh40. Não foi só um acidente, foi imprudência e quem atropelou meu filho não pode ficar impune”, afirmou a mãe.

victor hugo ribeiro
Victor Hugo Ribeiro foi atropelado e morreu na Rodovia Índio Tibiriçá. Foto: Reprodução/Facebook-Arquivo pessoal

Edilsa informou ainda que três das testemunhas são ciclistas que estavam junto com Victor no dia do acidente, sendo um deles uma vítima que também foi atropelada, mas sobreviveu. A quarta testemunha foi a primeira pessoa que chegou após o atropelamento.

“Eu trabalhei de domingo a domingo para que meu filho estudasse. Uma semana antes do acidente ele recebeu a notícia na Pirelli que seria promovido. Também tinha marcado o casamento e tinha pago até a festa. Ele estava em um momento feliz da vida dele e tudo foi interrompido”, afirmou a mãe ao acrescentar que a noiva também sofre até hoje. “Eu cuido dela. A vida dela parou”, completou.

ciclista victor, noiva e mãe
Victor tinha ficado noivo e iria se casar: “Sonho interrompido. Foto: Divulgação

Edilsa enviou  ao ABCD Jornal uma carta na qual relata tudo sobre o filho.

Leia a íntegra

“Victor Hugo Ribeiro Gonçalves.

Nascido na cidade de São Bernardo do Campo-SP, no dia 15 de Julho de 1998

O Victor Hugo nasceu e cresceu em São Bernardo do Campo com sua mãe Edilsa Ribeiro, e seu irmão Jonatha Ribeiro, sua mãe concluiu sua formação após nascimento dos filhos com muito esforço, seu irmão mais velho já estava formado e ele seguia na mesma profissão de engenharia de produção para o orgulho de sua mãe.

Victor sempre foi um menino alegre, divertido e brincalhão. Adorava brincar com seu irmão, seus primos e colegas … Uma criança encantadora e sonhadora, seu interesse por livros começou cedo antes mesmo de aprender a ler e quando aprendeu dormia com os livros embaixo do travesseiro. Na escola fazia amigos fácil, sempre correndo , alegre, fazia travessuras como todas as crianças, sempre cheio de energia, jogava bola, empinava pipa. Era  muito inteligente, esforçado aprendendo coisas novas , como desenhar e tocar instrumentos musicais. Desde pequeno já se mostrava muito independente, aprendia tudo sozinho e surpreendia à todos com com sua determinação…

Assumiu responsabilidade muito cedo, com apenas 12 anos já começou a trabalhar ajudando tomar conta  da loja, com seu sorriso e educação conquistava os clientes. O menino estava crescendo, seus sonhos também! Trabalho, cursos, faculdade, evangelho, estabilidade profissional e sonhos de casar e constituir família.

O sucesso estava próximo… já formado como técnico pelo SENAI, trabalhando, coordenador de grupo de jovem na igreja, noivo, festa de casamento marcado e muito feliz. Enfim, todo seu esforço e de sua família estava sendo recompensado! No dia 06 de fevereiro de 2022 praticando seu único hobby que era pedalar infelizmente em questão de segundos todos seus sonhos e projetos foram cruelmente interrompidos…

O Victor foi vítima de uma imprudência no trânsito e teve sua vida ceifada por um motorista que praticava racha no acostamento da rodovia onde ele pedalava deixando os familiares e amigos inconformados! A sua trajetória sempre será lembrada com muito orgulho!!!”

 

 

A

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações