Empresa quer construir usina de lixo em S.Caetano e prefeito critica

Vereador César Oliva afirma que grupo americano queria investir U$ 200 milhões em projeto no bairro Fundação; parlamentar diz que luta por algo regional 

 

O vereador de São Caetano Cesar Oliva (PR) usou a tribuna da Câmara para dizer que uma empresa quer  construir uma usina de lixo na cidade, mas encontrou resistência por parte do Executivo que não quis ceder o terreno para viabilizar o projeto. “Um grupo americano queria investir U$ 200 milhões em uma usina de lixo, com tecnologia avançada, 100% limpa e ainda ia gerar energia, A Cestesb também deu parecer favorável para construção da usina que não ia contaminar o solo. Além disso, o município não ia gastar um real”, afirmou.

De acordo com o vereador, o grupo americano queria apenas a concessão de uma área no bairro Fundação. “O município gasta R$ 65 milhões com destinação de lixo e a medida reduzia em 20% os custos para o município, que poderia ser investir em outras áreas”, disse.

César Oliva afirmou que sem a concessão do terreno não tem como viabilizar mais o projeto e diz estar sofrendo ataques de governistas por conta disso. “Eu defendo uma política regional, estão tentando jogar a população contra mim. Até jornal fizeram contra mim na cidade”, afirmou.

O prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) criticou o projeto defendido pelo vereador de construção de uma usina de lixo na cidade. “Essa proposta é lamentável, é temerosa. “O bairro Fundação não tem capacidade de absorver destinação final de lixo. Tem de ser uma política regional. Esse projeto beira a irresponsabilidade. São Caetano não merece e o bairro Fundação tem de ser valorizado. Se for aprovado algo neste sentido na Câmara, eu veto, mas o Legislativo tem bom senso e isso não deve acontecer”, concluiu o prefeito.

usina de lixo
Vereador César Oliva disse que grupo americano queria construir usina de lixo em São Caetano. Foto: Divulgação