28 de setembro de 2021

Uso de máscara será obrigatório em espaços públicos de Mauá e Sto.André

Mais visitadas

Medida também vale para transporte público e comércio; norma em Santo André vale a partir do dia 11 e em Mauá dia 9

 

Decreto do prefeito Atila Jacomussi sobre uso de máscaras entra em vigor em 9 de maio. Foto: Divulgação/PMA

 

O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi, assinou nesta quinta-feira (30/04) o decreto que estabelece a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais em espaços e vias públicas, transporte coletivo, táxi ou caronas por meio de aplicativos, estabelecimentos comerciais e industriais. A medida visando frear o avanço do novo coronavírus (Sars-Cov-2), responsável pela pandemia da Covid-19, passa a valer a partir de 9 de maio, também prevendo pagamento de cestas básicas em casos de segunda reincidência pelo descumprimento das normas. Santo André também vai adotar a medida a partir de 11 de maio

O decreto municipal 8.699/2020 de Mauá obriga motoristas e estabelecimentos privados a impedirem a entrada ou permanência de pessoas sem o uso de máscaras, sejam profissionais ou confeccionadas dentro dos parâmetros previstos pelo Ministério da Saúde. A obrigatoriedade do uso da proteção facial prosseguirá enquanto Mauá estiver em estado de calamidade pública constante, desde 23 de março, em decorrência do avanço da Covid-19 pela cidade.

De acordo com a redação, o munícipe flagrado pela GCM (Guarda Civil Municipal) ou por um agente de fiscalização sem máscara em espaços públicos, transporte público, táxi, serviços de aplicativo como Uber e 99, e estabelecimentos privados, receberá uma advertência. Na primeira reincidência, o infrator será conduzido até a sua residência, e caso o descumprimento se repita, terá de pagar cesta básica, que será encaminhada ao Fundo Social de Solidariedade, visando atender famílias em situação de vulnerabilidade social.

Segundo Atila, o governo municipal também realizará compra de máscaras de pano para distribuir à população carente. “Todas as pessoas serão obrigadas a usar as máscaras, para impedir o avanço do contágio. É uma medida difícil, mas necessária. Além disso, vamos comprar mais de 300 mil máscaras de pano, que poderão ser lavadas, para a população, porque não posso cobrar algo sem dar condições, principalmente às pessoas mais carentes”, destacou.

A medida em Mauá entra em sintonia com o decreto assinado pelo governador João Doria, que obriga o uso de máscaras no transporte público. As diretrizes valem para passageiros do Metrô, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), dos ônibus intermunicipais da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) nas regiões metropolitanas e dos ônibus rodoviários fiscalizados pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), a partir da próxima segunda-feira (04/05).

Nesta quinta-feira, Mauá registrou a 22ª morte em decorrência do coronavírus, enquanto 142 pessoas tiveram diagnósticos de Covid-19. A cidade também contabiliza 879 casos suspeitos, sendo que 403 pessoas aguardam o resultado, ao mesmo tempo que 476 moradores já se encontram em isolamento domiciliar – entre eles, 154 profissionais da Saúde. Segundo a Vigilância Epidemiológica, 206 munícipes tiveram a patologia descartada.

Novos leitos no Nardini
Em transmissão ao vivo pela sua página do Facebook, Atila também anunciou a abertura de dez novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do quarto andar do Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini. “São leitos de UTI de ponta com respiradores, que se somam a mais 30 leitos no primeiro andar. Somos a primeira cidade a credenciar com a rede privada de Saúde, mais 29 leitos exclusivamente para Covid-19 e estamos em vias de credenciar a Santa Casa de Mauá na próxima semana”, destacou.

No enfrentamento do Covid-19, Mauá também disponibiliza o Hospital Municipal de Campanha, o Cecco (Centro Especializado de Combate ao Coronavírus), que tem 30 leitos e pode dobrar a capacidade, se necessário, segundo o projeto. A cidade também possui outros 200 leitos de retaguarda em 22 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e quatro UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Santo André

O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), também informou, na noite desta quinta-feira que publicará decreto que torna obrigatório os moradores usaram máscaras quando  saírem de suas residências. “A partir do dia 11 não queremos ninguém sem o item nas ruas, acreditamos que o uso é essencial. É algo que vai fazer parte da nossa vida por um bom tempo. O uso não deve depender do decreto, mas de cada um de nós. Vamos dar mais esse exemplo”, disse o prefeito.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações