17 de setembro de 2021

Tite Campanella inaugura pista de Skate e prega lealdade a Auricchio

Mais visitadas

Prefeito de São Caetano afirma que um jornal da região publicou “fofoca” que não procede sobre aproximação dele com Fabio Palacio

Tite Capanellla inaugura pista de Skate e prega lealdade a Auricchio. Foto: Gislayne Jacinto

O prefeito em exercício de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania) afirmou neste sábado (24/07) ser leal a José Auricchio Júnior (PSDB), que articulou junto ao seu grupo político para que ele fosse eleito presidente da Câmara em janeiro e, consequentemente, assumisse o Palácio da Cerâmica. Auricchio venceu as eleições, mas o pleito está sub judice. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) vai avaliar recurso do tucano. Ou ele toma posse no 4º mandato ou a cidade terá novas eleições.  Enquanto não há uma sentença, Tite permanece no cargo.

A declaração sobre lealdade foi dita em público durante inauguração de pista de Skate, ao lado do terminal rodoviário. De acordo com o prefeito, um jornal da Região veiculou reportagem inverídica sobre suposta aproximação entre ele e o ex-prefeiturável Fabio Palacio (PSD), cujo objetivo seria escantear Auricchio. “Se é uma virtude que tenho, é a lealdade. Não faço jogo político”, afirmou.

Após a inauguração, Tite voltou a falar novamente sobre o assunto durante coletiva de imprensa. “Não fui procurado, não tem lógica e não penso nessa possibilidade . É uma fofoca, não tem declaração minha, criou-se uma narrativa”, criticou.

Ao ser indagado, como essa história surgiu , Tite afirmou que a coesão do grupo de Auricchio tem incomodado algumas pessoas e seus interesses. “A gente tem um grupo muito unido. Tenho uma conduta, sou transparente nas coisas que faço. Minhas conversas são claras. Esse grupo forte incomoda forças na região do ABC.  Forças que crescem na  dissidência, na cisão… Como isso não aconteceu, e se depender de mim, nunca vai acontecer, essas pessoas não estão conseguindo fazer seus negócios, vender seus projetos e ficam inventando esse tipo de episódio”, afirmou.

Questionado sobre sua relação com Auricchio, o prefeito em exercício afirmou que está boa. “Auricchio é amigo. Minha relação não mudou em nada. É uma amizade de 45 anos que não tem espaço para isso”, concluiu.

 Reinauguração

Pista de skate de São Caetano será reinaugurada pelo prefeito Tite Campanella. Foto: Gislayne Jacinto

Neste sábado, houve a reinauguração da Pista de Skate “Mário Manoel Davi”, que fica na Rua Serafim Constantino, ao lado do terminal rodoviário. O local passou por obras de revitalização, em uma parceria entre as secretarias municipais de Esporte, Lazer e Juventude (Selj), Cultura (Secult), Serviços Urbanos (Sesurb) e o Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de São Caetano do Sul (Saesa).

A área própria para a prática de skate foi criada em 2008, atendendo a solicitações de munícipes. O equipamento, que conta com banks/snake, uma pista “padrão”, mini ramp e área para crianças, ganhou nova iluminação com lâmpadas de LED, banheiros, pintura e modernização do piso, que agora tem novos obstáculos. As intervenções foram acompanhadas de perto por skatistas e artistas do graffiti.

São 65 representantes da arte urbana com o uso do spray participando por meio de criações livres: dos precursores às novas gerações, sob o mesmo propósito: o de tornar o espaço mais colorido, mais atraente, presença marcante do espírito da juventude sancaetanense. Nesse sentido, a aproximação do Poder Público com o artista é a peça-chave para fomentar a cultura na cidade, em suas mais diversas manifestações.

Voz e vez
“Nossa ideia foi dar voz e vez aos artistas. Em vez de apresentar um plano de trabalho pronto, previamente elaborado, perguntamos a eles o que pensavam que poderíamos fazer. Juntos: artistas e Poder Público”, explica Rubens Foina Neto, à frente da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas de Juventude (Comjuv), vinculada à Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude.

Rogério Padial trabalha com graffiti e fotografia. Ficou responsável pela medição e distribuição da área para grafitagem entre os participantes: “Entreguei o mesmo espaço para o artista mais experiente e para o novato, independentemente do resultado do trabalho. A rua tem esse caráter: a democratização do espaço.”

“A experiência foi maravilhosa, de conhecer pessoalmente – e trabalhar junto! – com quem tanto admiro. É um aprendizado muito valioso. Vi pais e filhos pintando, casais. Grafiteiro amador e profissional, artista plástico, tatuador, gente que nunca tinha desenhado no muro, jovens e adultos”, comenta Padial.

Eliaser Castro, um dos responsáveis pela organização dos trabalhos, destaca: “fiquei muito feliz em contribuir com o projeto de revitalização da pista de skate por meio do graffiti. O esporte anda lado a lado com esse estilo de expressão artística e também com o Hip Hop. O diálogo entre a Secretaria de Cultura e esse movimento é muito importante para o crescimento cultural do município. ”

Pista de Skate ganhou espaço para grafitagem. Foto: Divulgação/PSCS

Pioneirismo
Nos anos 1980, São Caetano chegou a ser conhecida como a cidade dos graffitis, graças às ações de vanguarda de um grupo de amigos. Entre os quais, Numa Júnior, Job Leocadio, Eddie e Jorge Tavares, que redimensionaram o cenário urbano.

Numa grafitou no lado ocidental do Muro de Berlim, em uma viagem à Europa em 1989, dias antes da demolição. A queda do Muro de Berlim é um marco na história da humanidade que sela o fim da Guerra Fria.

Segundo Numa, “a união das culturas ditas marginais (graffiti, skate e hip hop) foi guiando meu trabalho como grafiteiro, sempre apoiado pela Prefeitura. Minhas filhas andavam de skate na pista e participavam comigo do graffiti. Contudo, minha ligação com a pista de skate, com a Comjuv e a atual Estação Cultura vem de 2004, quando fui convidado para ministrar no local uma Oficina de Graffiti para atender a jovens em situação de risco social. Alguns destes ex-alunos hoje estão participando do projeto de revitalização. Esta ação valoriza o munícipe ao ser reconhecido como artista.”

“Fizemos o primeiro projeto de graffiti na cidade, ‘São Caetano conta sua história em Graffiti’, em 1989. Hoje, por intermédio das ações de revitalização da pista, percebi que o espírito marginal ainda impera, pois a organização dos artistas e a disposição dos espaços foi feita por eles próprios. Pelo boca a boca, reuniu-se uma legião de grandes talentos, da cidade e região”, relata Job Leocádio.

Nas palavras do artista do spray e skatista Regi, “sou morador de São Caetano e me sinto lisonjeado por ter um trabalho meu exposto e reconhecido onde me divirto tanto com minha família. Minha filha frequenta (a pista de skate) comigo, meus amigos já de muito tempo. É o meu estilo que está ali. Ganhar espaço na pista foi muito bom para expor de fato o meu trabalho, já que atuei, nos últimos 30 anos, com a parte comercial do graffiti.”

Acompanhe a programação da Secult pelas redes sociais: @secultscs (Instagram e Youtube) e @agendaculturalscs (Facebook).

Pista de Skate “Mário Manoel Davi” fica na Rua Serafim Constantino, ao lado do terminal rodoviário. Foto: Divulgação/PSCS

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações