TCE aprova contas de 2017 do prefeito de Sto.André, Paulo Serra

 Governo municipal recebeu aval do TCE após implementar austeridade e planejamento prioritário em gastos desde os primeiros dias de administração

 

custeio
Paulo Serra teve as contas do primeiro ano de mandato aprovadas pelo TCE. Foto: Divulgação/PSA

 

O TCE  (Tribunal de Contas do Estado) aprovou a contas do prefeito de Santo André, Paulo Serra, relativas ao exercício de 2017, primeiro ano da administração, no qual enfrentou um déficit era de R$ 325,2 milhões, além de atrasos nos pagamentos com fornecedores.

A avaliação do TCE detalhou, no teor do relatório, que todos os itens constitucionais foram observados, em especial o gasto com educação (25,25%) e utilização completa da verba do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

“O TCE reconheceu a diminuição da dívida financeira em 50%, em 2017, além da redução em 80% do déficit orçamentário, fruto do novo modelo de gestão adotado pelo governo. Um resultado que comprova que estamos no caminho certo, principalmente por refletir os desafios do primeiro ano de gestão, quando assumimos a Prefeitura completamente endividada”, disse o prefeito Paulo Serra.

 

2 Comentários

  1. Prefeito Paulo Serra, no seu choque de gestão e austeridade nos gastos públicos, existe na folha de pagamento da prefeitura, cargo comissionado de assessor especial de secretário, com salário de r$ 25 mil por mês. Dentre outros absurdos. É assim que se gasta o dinheiro do contribuinte?

  2. Prefeito, quando irão pagar a licença prêmio dos funcionários públicos de nossa cidade? Tem funcionário esperando há quase 3 anos o dinheiro e até agora nada. Na época do PT o pagamento saia em 15 dias.

Comments are closed.