Sto.André estuda modelos para Semasa; Sabesp pode ser sócia

 Prefeito Paulo Serra afirmou que autarquia “é massa falida” desde a gestão de Celso Daniel e vai resolver problema da dívida até junho

 

semasa
Semasa deve para a Sabesp R$ 3,4 bilhões. Foto: Divulgação

O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), disse nesta sexta-feira (22/02) que está em estudo novos modelos para o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), autarquia que tem hoje uma dívida de R$ 3,4 bilhões com a Sabesp (Companhia de Abastecimento do Estado de São Paulo).

Pode ser um simples parcelamento da dívida em 40 anos, pode ser uma redução da dívida, com uma parceria entre Sabesp e Semasa, tendo a Sabesp sócia da operação ou pode ser uma concessão para a operação de água e esgoto. Tudo isso está sendo avaliado”, afirmou o prefeito.

Paulo Serra promete resolver a questão da dívida ainda no primeiro semestre deste ano. “Haverá uma solução definitiva. Faz 20 anos que o Semasa está sem investimentos’, disse prefeito. “O Semasa é uma massa falida desde a época do prefeito Celso Daniel que passou a dar calote na Sabesp”, completou.

Ao ser questionado se a dívida da influencia na falta de água na cidade, o prefeito contestou e afirmou que os débitos causam a falta de capacidade de investimentos para distribuir água com qualidade. “A gente perde 40% da água enviada pela Sabesp, porque a rede é muito antiga”, concluiu Paulo Serra.

3 Comentários

  1. É facil jogar a culpa no Semasa, uma empresa que sempre foi referência naquilo que de melhor fazia, até que prefeitos gostaram da transferência de responsabilidade de serviços tais como; drenagem, defesa civil, coleta de lixo e departamento de gestão ambiental,isso tudo degradou o Semasa e a prefeitura ficou de braços cruzados utilizando o Semasa como um cabide de emprego, o prefeito atual participou também desse sucateamento do Semasa e agora gaz piadinha dizendo que o Semasa é massa falida, entrega o Semasa nas mãos de funcionário e pega de volta todos os serviços que são de sua responsabilidade e aí vamos ver quem é massa falida, ele esta fazendo essa negociação as escuras sem nenhuma informação a população, o tempo dirá se ele (Prefeito) vai estar certo, a população vai se arrepender de entregar um bem mais valioso que a cidade possuía, parabéns Prefeito, nos veremos nas urnas

  2. Uma Concessão do SEMASA para a população acabará sibrando mais uma vez pra população de Santo André,a Prefeitura entrega por 40 anos pra SABESP e nunca mais conseguirá retomar de volta mesmo que acabe o contrato de 40 anos,porque pode ainda ser renovado por mais 40 anos!Esta decisão significará um assalto ai bolso do cidadão andreese porque cidades que já concederam o serviço para a SABESP,Odebrech e Grupo Águas do Brasil pagam a agua mais cara em 100% a mais do que antes com as autarquias,estas Concessionarias exopram a população e acaba mais ainda com orçamento da população cobrando calores absurdos e abusivos porque eles chegam a cidade para visar lucro,uma paulada na cabeça donpovo andreense,será bom apenas pros interesses políticos(Pfefeitos e vereadores) não para a população…!Pobre povo andreense.

Comments are closed.