Sindema diz que escolas de Diadema vão aderir à paralisação nesta quinta

 Além da greve por um dia, servidores farão protesto na Câmara durante a sessão

Servidores irão à Câmara nesta quinta para protestar. Foto: Divulgação/Facebook/Câmara

O presidente do Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema), Aparecido Neno, acredita que o setor que mais vai aderir à paralisação dos servidores nesta quinta-feira (24/05) será o de Educação. “Temos quase 40 escolas na cidade e acreditamos que toda terão adesão, total ou parcial. Alguns professores até mandaram avisos para os pais dos alunos informando que não haverá aula”, afirmou.

O dirigente sindical afirmou que a paralisação também atingirá outros setores da Prefeitura e visa pressionar a Prefeitura a conceder reajuste salarial para a categoria. O governo promete 7,14%, mas até agora não mandou o projeto para a Câmara”, lamentou Neno.

Outra reivindicação é o pagamento da dívida que a Prefeitura tem com o Ipred no valor de R$ 108 milhões. O projeto que prevê o parcelamento do débito será votado pelos vereadores em primeira discussão nesta quinta. Durante a sessão, os servidores farão protesto no Legislativo.

A Câmara também votará projeto da essa Diretora que prevê reajuste de 2,8% no salários dos servidores do Legislativo. Trata-se de reposição da inflação.

A Prefeitura foi procurada, mas não deu retorno para se posicionar sobre o assunto.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*