16 de janeiro de 2022

Sem acordo no dissídio, Sindserv de Santo André fará assembleia quinta

Mais visitadas

 Intenção é votar um plano de mobilização para pressionar governo municipal

Servidores rejeitam proposta do governo e farão assembleia na quinta-feira. Foto: Divulgação

 

O Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos de Santo André) convocou para esta quinta-feira (17/05) uma assembleia, no Paço, às 17h30, para discutir um plano de mobilização permanente por conta de a administração do prefeito Paulinho Serra (PSDB) não melhorar sua proposta com relação ao dissídio da categoria para 2018. A data base é primeiro de abril

O governo propõe a reposição da inflação de 2,68% medida pelo IPCA dos 12 meses. Na sexta-feira (11/05), houve uma rodada de negociação e a Prefeitura rejeitou a proposta do Sindserv de reajustar os salários e demais benefícios pelo índice de 3,07% (reposição da inflação calculada pelo IPC/DI- FGV) além da incorporação de R$ 100 nos salários.

De acordo com o Sindserv, o governo de Paulinho Serra negou a reivindicação dos trabalhadores, alegando “dificuldade financeira” nas contas da Prefeitura.

Alguns avanços, embora não contemplem todos os trabalhadores, foram o aumento na cesta básica para R$ 110, que será estendido até a tabela 6 (beneficiará cerca de 5 mil servidores); o pagamento de cursos do Sest/Senat e exame toxicológico para os motoristas e o reconhecimento da aposentaria especial para os trabalhadores com deficiência física”, informou o sindicato.

A Prefeitura foi procurada, mas até o fechamento da reportagem não havia dado retorno para se posicionar sobre o assunto.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações