15 de junho de 2021

São Caetano inaugura Banco de Alimentos e Banco de Ração

Mais visitadas

Órgão já tem 57 entidades assistenciais cadastradas e dez doadores

 

Banco de Alimentos já tem 57 entidades assistenciais cadastradas e dez doadores. Foto: Divulgação

 

A Prefeitura de São Caetano inaugurou nesta sexta-feira (22/11) o Banco de Alimentos e o Banco de Ração, que funcionarão no mesmo prédio, na rua Nazaret, 181, no bairro Barcelona. Já existem 10 doadores e 57 entidades assistenciais para receber os produtos e farão a distribuição.

A primeira-dama de São Caetano e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Denise Auricchio, é a idealizador do projeto. Ela disse que desde a segunda gestão de José Auricchio Júnior (209 a 2012) já se pensava em criar o banco.

“Na segunda administração já havia um projeto para ser colocado em prática, pois o Fundo Social já realiza essas ações, esse serviço de gerenciar alimentos já é feito. Mas uma vez foram recebidos 3 mil  pacotes de bolacha como doação, porém  om a chegada dessas doações na frente do Fundo Social foram encontrados problemas na sua distribuição, tendo em vista que foram entregues por uma carreta, o que gerou a dúvida de como agir sem um departamento de logística. Então, por conta disso, surgiram as ideias de organização desse trabalho através de um banco alimentos com funcionários ,  com caminhão e com cadastramento das  entidades”, afirmou Denise que convidou a primeira dama de Santo André, Carloine Serra, para participar do evento.

O prefeito afirmou que decidiu criar o Banco de Alimentos por meio de lei para que o programa continue por outras gestões. “Foi feito por uma lei autorizativa. O espaço que hoje é o Banco de Alimentos era anteriormente utilizado pela Secretaria de Saúde. A operacionalização ficará por conta do Fundo Social, com colaboração da Universidade de São Caetano do Sul, por meio de estagiários”, disse Auricchio.

Prefeito Auricchio inaugura Banco de Alimentos ao lado de Denise Auricchio, idealizadora do projeto. Foto: Divulgação

Objetivo

O intuito do Banco de Alimentos é coletar, selecionar, processar e distribuir gêneros alimentícios arrecadados por meio de doações das redes varejistas e atacadistas, além de empresas. Estes alimentos, então, serão rapidamente distribuídos às entidades e instituições assistenciais (pessoas jurídicas), cadastradas no Fundo Social, que repassarão a pessoas (físicas) em situação de insegurança alimentar e nutricional.

Em outubro, o Banco foi apresentado a entidades e instituições com intuito de serem cadastrados. A partir daí foram reunidas informações e realizadas visitas às entidades assistenciais para iniciar o processo de criação de perfis e saber os alimentos adequados a serem distribuídos.

“A distribuição dos alimentos será de acordo com o perfil de cada entidade e instituição levantada por nossa equipe. Uma entidade que cuida de crianças, por exemplo, receberá alimentos condizentes com essa faixa etária”, explica a responsável técnica pela nutrição, Vanessa Trovatti Mamud.

PERECÍVEIS E NÃO PERECÍVEIS

O Banco de Alimentos do Fundo Social de São Caetano receberá alimentos perecíveis, os chamados FLVs (frutas, legumes e verduras), e também os não perecíveis, que são os ensacados (açúcar, arroz, feijão etc) e os enlatados (milho, ervilha, atum etc).

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações