GCM de S.Bernardo fez 12 mil abordagens em pancadões

Operação Noite Tranquila promoveu 1.861 fiscalizações a estabelecimentos, com 102 locais interditados e outros 89 lacrados pela Prefeitura

Operação Noite Tranquila combate bailes irregulares em São Bernardo. Foto: Divulgação/PSBC-Ricardo Cassin

A Prefeitura de São Bernardo intensificou o combate a pancadões e biles funks na cidade. Batizada como Operação Noite Tranquila, a GCM Guarda Civil Municipal (GCM), em parceria com as Polícias Civil e Militar, abordou nos últimos 12 meses 11.983 pessoas suspeitas, além de ter realizado 1.861 intervenções e ações de fiscalização em bares, lanchonetes, estacionamentos e galpões, sendo 102 locais interditados pela Vigilância Sanitária e 89 lacrados por ausência de alvará.

De maio do ano passado, quando teve início a operação, até agora, foram aplicadas 3.688 multas por som acima do nível aceito e por infrações de trânsito, além de terem sido feitas 797 apreensões de armas, veículos roubados, máquinas caça-níqueis, aparelhos sonoros e drogas (cocaína, maconha e flaconetes de lança-perfume). Entre os autores das irregularidades, foram 55 adultos presos e 31 menores apreendidos.

Os bairros com maior problemas são Jardim Calux, DER, Alves Dias, Parque São Bernardo, Rudge Ramos e Centro (Avenida Kennedy e Prestes Maia).

De acordo com a Prefeitura, os moradores podem reclamar de bailes irregulares pelos telefones 153 da GCM e o 190 da PM. Nos últimos 12 meses, houve 3 mil denúncias. “A participação da população está sendo muito importante para detectarmos os locais em que a operação deverá ser deflagrada. Esta é uma ação que envolve diversas secretarias com o objetivo único de inibir ações que privem os cidadãos trabalhadores da nossa cidade de seu descanso”, disse o secretário de Segurança Urbana, Carlos Alberto dos Santos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*