Santo André terá duas jogadoras no Mundial 3×3 de basquete

Mais visitadas

A ala/pivô Sassá e a armadora Lays foram convocadas e estarão em competição na Áustria

Joadoras faz passe pra companheira de quipe
Santo André terá duas jogadoras no Mundial 3×3 de basquete .Foto : Destaque/ Alex Cavanha/PSA

Representando Santo André e levando o nome da cidade pelo mundo, a dupla de atletas da AD Santo André de basquete feminino, Sassá e Lays, estarão na disputa do Mundial da modalidade 3×3 (três jogadoras contra três), a partir desta terça-feira (30), em Viena, na Áustria. A ala/pivô e a armadora, respectivamente, fazem parte do time que ainda conta com Thayná, do Mesquita/RJ, e Luana Batista, do Blumenau, comandadas pela técnica Rafaella Bauerfeldt.

A dupla andreense já é figurinha carimbada na seleção, atuando em diversas competições, tanto do 3×3 como do tradicional 5×5. “Sempre muito bom vestir a camisa verde e amarela, tendo chance de fazer mais história para a modalidade. O 3×3 está crescendo e essa missão mundial é muito importante, inclusive vale vaga para o pré-olímpico”, diz Sassá, lembrando do sonho de jogar as Olimpíadas de 2024 em Paris.

A equipe treinou forte no Rio de Janeiro e em São Paulo, em busca da melhor preparação. O Mundial reserva dificuldades, já que o grupo do Brasil conta com França (atual campeã mundial e europeia), Holanda (vice da Europa), Áustria (dona da casa), e a Espanha (quinta colocada do último Mundial). O primeiro colocado vai direto às quartas de final, enquanto segundo e terceiro vão às oitavas.

Um dos quesitos mais importantes para a dupla é poder levar o nome de Santo André, carregando o orgulho da bandeira, não somente a nacional. “Santo André é meu time do coração, jogo aqui desde que eu tinha 13 anos e somos a cidade do esporte. Jogo com a seleção desde os 15 anos e conheci muitos países, sempre levando o nome da cidade comigo”, conta.

LBF

Voltando às quadras “normais”, o Santo André disputa a LBF (Liga de Basquete Feminino), atualmente ocupando a terceira colocação na classificação geral. O objetivo é chegar no lugar mais alto do pódio, apesar do favoritismo de outras duas equipes que estão à frente. “A LBF está muito equilibrada e acredito que na hora certa o resultado virá. É um passo de cada vez, melhorando gradativamente com o decorrer do campeonato”, finaliza Sassá.

Jogadora segura bola de basquete
Um dos quesitos mais importantes para a dupla é poder levar o nome de Santo André.Foto : Divulgação/ Alex Cavanha/PSA

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações