Santo André cria 2,3 mil empregos em um ano

Governo atribui a ações na área econômica e implantação de programas de incentivo às empresas

Centro do trabalho e Renda foi reaberto em São Caetano. Foto: Divulgação/PSA-Julio Bastos

O Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgou que no últimos 12 meses Santo André criou 2.393 empregos, o maior saldo entre as sete cidades da Região.

De acordo com o governo, a geração de empregos foi resultado de algumas ações, entre elas o Programa Via Rápida Empresa, cujo objetivo é combater a burocracia e reduzir de seis meses para um dia, a reabertura CPTER (Centro Público de Trabalho, Emprego e Renda), a criação do banco de currículos e da Sala do Empreendedor Andreense que orienta a regularização dos novos empreendedores do município. A reativação do Banco do Povo também está entre os pontos positivos levantados pelo governo.

Sempre bati na tecla que a melhor forma de cuidarmos do lado social é investir nos empregos e renda. Estamos sempre prontos a dar as melhores ferramentas, seja para quem procura por postos de trabalho ou para quem quer iniciar uma empresa e assim gerar novas vagas”, disse o prefeito Paulinho Serra.

O secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Ajan Marques de Oliveira, também afirmou que houve visita de vários empresários interessados em investir na cidade e o fato trará reflexos no futuro. “Nos próximos meses certamente isso impactará de maneira positiva na geração de empregos”, concluiu.