Em pouco mais de um ano, Auricchio troca 3 secretários em S.Caetano

Apesar de ser ano eleitoral, governo tucano alega que mudanças são por critérios exclusivmente técnicos

 

Jéferson, Auricchio, Maria de Lourdes e Geová durante posse nesta segunda. Foto: Divulgação/PSC

Com pouco mais de um ano e três meses de governo, o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), fez várias trocas em seu secretariado. Só nesta segunda-feira (23/04) foram três substituições no primeiro escalão. Apesar de ser um ano eleitoral, o governo alega que as trocas foram feitas “exclusivamente por critérios técnicos”.

Os novos secretários são a engenheira Maria de Lourdes da Silva, que entra no lugar do arquiteto Enio Moro Junior na Seohab (Secretaria de Obras e Habitação), o engenheiro Geová Maria Faria, que ficará com a vaga do advogado Filinto de Almeida Teixeira na Semob (Secretaria de Mobilidade) e Jefferson Cirne da Costa, que comanda a Secretaria da Fazenda, assumirá interinamente a Sedeti (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo, Tecnologia e Inovação), em substituição ao professor Silvio Minciotti.

Os ex-secretários foram remanejados. Teixeira comandará a Organização Social de Saúde de São Caetano, enquanto Enio vai assumir a direção da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul). Minciotti é o cotado para ficar à frente do futuro Centro de Inovação Tecnológica.

Perfil

De acordo com a Prefeitura, Geová Maria Faria, já atuou como diretor de Trânsito da gestão de Auricchio nos anos de 2005 e 2006. Em 2007, assumiu como diretor na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Sesurb). Desde o início de 2017, trabalhava como assessor de gabinete. “Vamos utilizar mais tecnologia para melhorar o trânsito da cidade”, disse o novo secretário.

Maria de Lourdes da Silva, que assume a Seohab, trabalhava como gerente da Seção de Resíduos Sólidos do Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental) de São Caetano. Engenheira civil, ingressou por concurso no ano de 1974. “Meu desafio será imprimir agilidade à execução de obras na cidade”, concluiu.