S.Caetano ganha 15 cúpulas de entubação para proteger médicos e enfermeiros

Cabeça do paciente fica dentro do cubo, que é mais uma barreira para evitar a contaminação dos profissionais de saúde

 

Cabeça do paciente fica dentro do cubo, que é mais uma barreira para evitar a contaminação dos profissionais de saúde. Foto: Divulgação/PSCS

 

O INDAC (Instituto Nacional para o Desenvolvimento do Acrílico) entregou à Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Caetano a doação de 15 cúpulas de entubação. Elas são encaixadas na cabeça do paciente, protegendo médicos e enfermeiros durante o atendimento.

Quinze unidades da caixa de acrílico foram entregues à Secretaria de Saúde. “É um grande desafio aos profissionais que atendem pacientes necessitados de ventilação mecânica se protegerem. Mesmo utilizando os EPIs, durante a manipulação do equipamento o paciente pode liberar aerossóis que lançam o vírus no ar durante uma entubação por exemplo”, destacou a Secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

As cúpulas são caixas 40 cm de altura por 60 cm de largura, com duas aberturas para que as mãos do médico se encaixem. A cabeça do paciente fica dentro do cubo, que é mais uma barreira para evitar a contaminação dos profissionais de saúde durante os procedimentos. Elas são higienizadas e podem ser usadas e reutilizadas várias vezes.

INDAC

É uma organização sem fins lucrativos, criada para promover o uso correto do acrílico,  aplicações e ampliar sua participação no mercado, inclusive pela pesquisa e incentivo a novas utilizações. “A ideia de produzir as cúpulas veio de empresas brasileiras, que se basearam em materiais utilizados na Ásia para proteger os profissionais durante a pandemia”, finalizou um dos executivos do Instituto, João Orlando Gian. Segundo ele, as doações estão sendo feitas para todo Brasil e devem chegar a 3,5 mil peças.