S.Bernardo lança Craques do Futuro e atenderá 5 mil

Lançamento do novo programa na área de esporte foi oficalizado nesta sexta-feira; iniciativa atenderá alunos com idade entre 7 e 16 anos

craques do futuro
Projeto Craques do Futuro foi lançado em São Bernardo nesta sexta. Foto: Divulgação/PSBC-Omar Matsumoto

A Prefeitura de São Bernardo lançou nesta sexta-feira um projeto de formação esportiva na modalidade futebol. O programa, batizado como Craques do Futuro, atenderá 5 mil crianças e adolescentes, entre 7 e 16 anos. A iniciativa foi oficialmente lançada na manhã desta sexta-feira (28/09), no Salão Nobre da Prefeitura, e contou com a presença do prefeito Orlando Morando, do secretário de Esporte e Lazer, Alex Mognon, vereadores, do presidente da Liga Amadora de Futebol, João Fernandes, autoridades e monitores esportivos.

A iniciativa contará com 30 monitores, em 24 núcleos de formação esportiva. De acordo com a Prefeitura, o “Craques do Futuro” tem por objetivo iniciar a construção da cidadania por meio a prática do futebol. A ideia é também prevenir o sedentarismo.

O prefeito Orlando Morando (PSDB) disse que a Prefeitura poderá fazer parceiras com empresas para a ampliação do projeto. “Estamos abertos a propostas vindas de empresas privadas. Com esse apoio, a Prefeitura terá condições de ampliar o número de vagas oferecidas”, disse. As vagas oferecidas atualmente serão ofertadas aos alunos que participavam de um projeto de formação esportiva mantida por um clube de futebol da cidade.
O secretário de Esporte e Lazer, Alex Mognon, destacou a relevância das escolinhas de futebol de São Bernardo e de seus monitores. “Trata-se de um projeto muito importante para a cidade, que formou inúmeros atletas profissionais, tanto nas categorias feminina e masculina. Por isso, ressaltamos a importância de o município ter uma iniciativa desse tipo sob sua gestão”, disse.

Pioneiro

O ex-jogador e professor José Rossi foi pioneiro na criação de escolinhas de formação esportiva em São Bernardo, iniciando o trabalho de base no esporte ainda na década de 1970. Formado em Direito e Psicologia, Rossi desenvolveu seu trabalho com o sistema escola-esporte “Bola nos pés, livro nas mãos” a partir de valores éticos e a importância de educar por meio do esporte valorizando o futebol como elemento para construção da cidadania. Em sua homenagem foi criado o Campeonato de Futebol Municipal José Rossi.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*