Pixuleco com cara do Haddad gera confusão no centro de São Bernardo

 Bate-boca foi entre militantes petistas e defensores do candidato do PSL a presidente da República, Jair Bolsonaro

 

pixuleco
Confusão na tentativa de colocar pixuleco no centro de São Bernardo. Foto: Redes Sociais

O clima de disputa entre PT e do PSL nas eleições presidenciais deste ano está cada vez mais acirrada. Na tarde desta quinta-feira (27/09), no Centro de São Bernardo, houve confusão entre militantes petistas e os que defendem o líder das pesquisas de intenção de voto, Jair Bolsonaro.

Os militantes pró-Bolsonaro tinham agendado um ato para inflar um pixuleco com rosto de Fernando Haddad (PT), no entanto membros do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) chegaram ao local e houve muita discussão e bate-boca. A confusão foi tanta que foi preciso acionar a PM (Polícia Militar).

O clima tenso só foi amenizado porque correligionários de Bolsonaro decidiram retirar o boneco pixuleco. A palavra pixuleco é uma gíria da língua portuguesa utilizada como sinônimo de “propina”, “dinheiro sujo” e “dinheiro roubado”.

Para diminuir a tensão foram até o local o presidente municipal do Partido dos Trabalhadores de São Bernardo, Braz Marinho, irmão do candidato a governador pelo PT, Luiz Marinho. Também estiveram no local vereadores José Luiz Ferrarezi e Ana Nice, ambos do PT.

A última pesquisa do Ibope aponta Bolsonaro com 27% das intenções de voto, contra 21% de Haddad, 12% de Ciro Gomes (PDT), 8% de Geraldo Alckmin (PSDB), 6% de Marina Silva (Rede).

Pixuleco com cara de Haddad gera muita confusão entre militantes. Foto: Redes Sociais

1 Comentário

Comments are closed.