Polícia prende 14 suspeitos pela morte de dois amigos em São Bernardo

Vitimas desapareceram em abril e corpos ainda não foram localizados

 

Amigos desapareceram em abril e corpos ainda não foram localizados pela polícia. Foto: Reprodução/TV Globo

 

A Polícia Civil identificou 16 suspeitos e prendeu 14 pessoas acusadas de  participar do assassinato de dois amigos em São Bernardo. O crime aconteceu em abril deste ano.

A conclusão do inquérito foi divulgada pela Polícia durante entrevista coletiva concedida na sede do Dise (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes) de São Bernardo. De acordo com a Polícia, as vítimas foram mortas por integrantes de uma facção criminosa.

Segundo a Polícia, os dois amigos mortos (Alexsandro Carlos Peixoto e Fernando Soares dos Reis) tinham 29 anos de idade e desapareceram na região do Alvarenga.  Apesar das buscas, até hoje os corpos das vítimas não foram localizados.

Pelo inquérito, Alexsandro era usuário de droga e se desentendeu com traficantes, que o levaram até uma chácara. Segundo a Polícia, Alessandro, após passar por muitas agressões, foi questionado a respeito do paradeiro de seu amigo Fernando, que dias antes teria dito em um bar que a facção estava enfraquecida. Fernando sumiu no dia seguinte.

Os policiais civis conseguiram chegar até a chácara onde os amigos foram mantidos em cativeiro e prenderam dois criminosos: Kleomac Joaquim dos Santos e Bruno Miguel Amaral. Com essas prisões, a polícia montou organograma com dezoito nomes envolvidos no assassinato.

“Até o momento 13 foram presos e um adolescente apreendido. Continuamos com as diligências para capturar outras quatro pessoas”, destacou delegada Luciara de Cássia da Conceição Campos.

O setor investigativo da Dise também ouviu 70 testemunhas que colaboraram na identificação dos autores, bem como apreenderam 11 celulares para serem periciados e que auxiliarão em outras diligências.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*