17 de maio de 2021

Orlando Morando assina protocolo de intenções para aquisição da Coronavac

Mais visitadas

Chefe do Executivo foi recebido pelo diretor do Instituto Butantan, Dr. Dimas Covas, nesta quinta-feira (14/01), para tratar do Plano Nacional de Imunização e firmar o acordo

 

Orlando Morando foi recebido pelo diretor do Instituto Butantan, Dr. Dimas Covas, nesta quinta-feira, para tratar do Plano Nacional de Imunização e firmar o acordo. Foto: Divulgação/PSBC

 

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, assinou nesta quinta-feira (14/01), junto ao Instituto Butantan – parceiro da farmacêutica chinesa Sinovac na produção da vacina Coronavac –, protocolo de intenções para a aquisição de lote do imunizante, caso ocorra uma segunda fase de distribuição das doses. O documento foi referendado durante reunião entre o chefe do Executivo e o diretor do Instituto, Dr. Dimas Tadeu Covas.

Conforme esclarecido na agenda, as vacinas serão distribuídas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), o que impede a compra direta e imediata por qualquer município. “Sem alimentar falsas expectativas, o documento reforça nossa intenção de compra, caso o PNI não se cumpra. Este documento permitirá que possamos pedir preferência na viabilidade para São Bernardo”, ressaltou o prefeito, que na ocasião esteve acompanhado de sua esposa e deputada estadual, Carla Morando, e do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple.

No momento, a Prefeitura de São Bernardo já está com a estrutura preparada pelo Comitê Municipal de Imunização para início dos trabalhos, assim que as doses chegarem à cidade. Serão mais 100 pontos para a vacinação, sendo as 34 Unidades Básicas de Saúde (UBS), escolas (enquanto as aulas presenciais não voltarem), templos religiosos, centros culturais e outros espaços.

De acordo com o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, cada posto de vacinação terá em média dez profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos e setor administrativo. “Usaremos a mesma expertise e experiência das nossas equipes de trabalho de outras campanhas de vacinação e os postos serão distribuídos para evitar aglomeração”, informou o chefe da pasta de Saúde.

Orlando diz que documento relativo à vacina contra covid permitirá pedir preferência na viabilidade para São Bernardo. Foto: Divulgação

 

PRIMEIRA FASE – Nesta primeira etapa, a vacina será direcionada para a imunização de profissionais da Saúde, que estão na linha de frente do combate à Covid-19, além dos grupos prioritários, que apresentam riscos de complicações graves ao serem expostos ao novo Coronavírus, como os idosos.

INSUMOS – A cidade já conta com aproximadamente 400 mil kits de seringas e agulhas em estoque, o que garante o início da campanha assim que as doses forem enviadas.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações