27 de maio de 2022

Em Sto.André, Tarcísio defende respaldo jurídico e melhor salário aos PMs

Mais visitadas

Pré-candidato a governador pelo Republicanos também disse ser contra câmeras corporais nos PMs e recebeu apoio de agentes da Região

Tarsício de Freitas em Santo André
Tarcísio cobra respaldo jurídico e melhor salário aos PMs. Foto: Gislayne Jacinto

O pré-candidato a governador Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) participou neste sábado (07/05) em Santo André de evento realizado pela Associação de Amigos da Polícia Militar. Durante almoço, ele discursou por cerca de 30 minutos e cobrou mais respaldo jurídico e também melhores salários aos PMs. O ex-ministro ainda defendeu a retirada das  câmeras corporais dos agentes.

“Não me parece fazer sentido que o Estado mais rico da federação tenha permitido um dos piores salários do Brasil. Parece ser incoerente, me parece injusta essa distorção. Quando você fala de valorização profissional não é só o salário, é o cuidado, é a segurança jurídica, o suporte jurídico. Não dá para admitir que um policial que enfrenta o bandido na rua, que cumpre seu dever profissional, o seu papel legal, que permite o cumprimento da lei, fazer com que a lei seja respeitada, de zelar pela segurança da sociedade, tenha que pagar advogado do bolso, que seja afastado do trabalho, porque enfrentou o criminoso”, disse Tarsicio.

A fala do pré-candidato agradou os presentes, entre eles o militar Cabo Angelo, vereador de Diadema. “É importante o que ele (Tarcisio) falou. Infelizmente, durante uma ocorrência, o policial é julgado. Sou prova viva disso. Você tem de contratar e pagar um advogado com recursos próprios para se defender de um julgamento da PM e da opinião pública. É custoso para os policiais militares”, afirmou o parlamentar.

“Quanto às câmeras corporais nos policiais, trata-se de uma exposição desnecessária. Mas espero que esse discurso seja colocado em prática, pois o governo atual também prometeu isso. A evasão da PM é muita alta. Só em 2022 cerca de 240 PMs pediram exoneração e 16 cometaram o suicídio”, lamentou Cabo Ângelo.

cabo Ângelo e Tarcísio de Freitas
Pré-candidato a governador pelo Republicanos também disse ser contra câmeras corporais nos PMs e recebeu apoio de Cabo Ângelo, vereador de Diadema. Foto: Divulgação

Sobre as câmeras corporais, Tarsicio se manifestou contra. “Não posso trazer um voto de desconfiança para um profissional da Segurança Pública. Eu entendo que a câmera é um voto de desconfiança para o policial que está na rua. Eu confio no policial e temos de prestigiá-lo”, afirmou o pré-candidato.

Além de Cabo Angelo, outros vereadores compareceram ao evento, como o presidente da Câmara de Santo André, Pedrinho Botaro (PSDB),   Gilberto Costa (Avante-São Caetano), Paulo Chuchu (PRTB-São Bernardo), Julinho Fuzari (PSC-São Bernardo), Rodolfo Donetti (Cidadania-Santo André). O ex-secretário de Obras de Mauá José Carlos Orosco, o ex-deputado federal Duílio Pisaneschi, o vereador licenciado e atual secretário de Mobilidade Urbana Almir Cicote (Avante-Santo André ),  e o ex-presidente da Câmara de Diadema Marcos Michels também estavam entre os convidados.

Os deputados estaduais Altair Moraes (Republicanos) e Coronel Nishikawa (PL), e o vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias (PL) também marcaram presença. Zacarias foi o único que discursou da Região e afirmou que o município “é a casa” de Tarcísio. “Conte com Santo André”, discursou o vice-prefeito.

Apoio de Bolsonaro

Tarcísio, que tem apoio do presidente da República, Bolsonaro (PL), fez uma palestra também ressaltando as ações do governo federal, principalmente durante a pandemia. Citou números da economia e o crescimento que o Brasil teve na atual gestão.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações