Em parceria com o Estado, Mauá vai regularizar 150 moradias

 Prefeita Alaíde Damo assinou convênio com programa Cidade Legal para regularização fundiária

regularizar
Prefeita Alaíde Damo assinou convênio com programa Cidade Legal para regularização fundiária. Foto: Divulgação/PMA


A Prefeitura de Mauá assinou três ordens de serviço para titulação habitacional do Parque Alvorada, Vila Magini e Jardim Ipê, por meio do Programa Estadual de Regularização Fundiária Urbana, o Cidade Legal. A novidade vem para facilitar o processo de legitimação de mais de 150 moradias com apoio de uma equipe profissional multidisciplinar que avalia todas as etapas necessárias para a entrega final dos títulos.

A prefeita participou do encontro de assinatura ao lado do secretário executivo de Habitação e Regularização Fundiária de São Paulo, Fernando Marangoni, do presidente do programa Cidade Legal e secretário estadual da Habitação, Flávio Amary, e da secretária interina de Habitação de Mauá, Márcia E. Costa. “A assinatura das ordens de serviço representa um importante avanço para nossa cidade com a promoção de cidadania ao oferecer para nossos munícipes moradias dignas e seguras”, afirma Alaide.

“Os núcleos habitacionais desses bairros já possuem infraestrutura básica, com água, esgoto, energia elétrica, pavimentação e saneamento, mas com a regularização fundiária os munícipes ganharão segurança jurídica de suas moradias”, explica Marcia E. Costa, secretária interina de Habitação da Prefeitura de Mauá.

O programa Cidade Legal está em atuação no estado desde 2007 e oferece todo o suporte necessário para a regularização de títulos habitacionais sem custo para os municípios. Mais de 500 cidades já participaram para formalização dos conjuntos urbanos implantados em desconformidade com a lei.