Doria vota ao lado de Orlando Morando e reclama de campanha suja

 Candidato a governador também estava acompanhado da senadora eleita Mara Gabrilli, a deputada eleita Joice Hasselmann e o prefeito Bruno Covas

 

doria
Doria vota acompanhado de prefeitos e lideranças políticas. Foto: Divulgação

O candidato a governador pelo PSDB, João Doria, votou às 9h deste domingo (28/10), no Colégio Saint Paul, no Jardim Paulistano. Ele estava acompanhado de várias lideranças, entre elas o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), o prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), a senadora eleita Mara Gabrilli (PSDB), além de seu vice Rodrigo Garcia (DEM) e da candidata a deputada federal eleita Joice Hasselmann, que se apresenta como a “Bolsonaro de Saias” e foi a mais votada do Brasil com mais de 1 milhão de votos.

Durante entrevista coletiva, Doria afirmou que esta eleição foi a “mais suja” da história. “Fiz o voto pelo Brasil. Foi uma campanha difícil, acirrada, muita suja, a mais suja de todas as realizadas na história política do País”, avaliou o tucano.

Doria reafirmou seu voto em Jair Bolsonaro, candidato a presidente da República pelo PSL, contra Fernando Haddad (PT) e salientou estar confiante com o resultado das urnas. As pesquisas apontam empate técnico dele com Márcio França (PSB). “Estamos tecnicamente empatados. É uma campanha acirrada e eu nunca achei que seria diferente. Vai ser voto a voto. Vamos ter uma disputa emocionante”, afirmou.