Diadema vence prêmio estadual de Saúde Bucal

 Foram inscritos 43 municípios e Diadema se destacou ficando em primeiro lugar nas políticas públicas nesta área

saúde bucal
Políticas públicas de Diadema voltadas para saúde bucal foi premiada. Foto: Divulgação/PDA-Thiago Benedetti

Diadema conquistou o primeiro lugar no prêmio do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo como a melhor política municipal de saúde bucal do Estado de São Paulo, na categoria de cidades com população superior a 300 mil habitantes.

Foram inscritos 43 municípios e Diadema se destacou nas políticas públicas voltadas para a saúde bucal da população no último ano. Em 2017, foram realizados 75.598 atendimentos odontológicos na rede municipal. Em 2018, até o momento, foram realizados 59.451 atendimentos.

A escolha das cidades vencedoras foi definida de acordo com critérios como financiamento em saúde, controle social, assistência odontológica básica, remuneração, educação permanente, entre outros.

A premiação tem critérios técnicos bastante rígidos. O município em série histórica que compreende 30 anos de programações exitosas em saúde bucal vem realizando um excelente trabalho. Diadema está disponibilizando ao Brasil ótimos exemplos”, comentou o secretário de Saúde, Luiz Cláudio Sartori.

Diadema concorrerá à etapa nacional do prêmio do Conselho Federal Odontologia em outubro.

Diadema sempre foi referência por ter alcançado precocemente excelentes indicadores epidemiológicos e por suas políticas públicas inovadoras. Cerca de 85% das crianças até 5 anos estão livres de cárie. Não tivemos óbito por Câncer de Boca. Conquistamos está premiação que só foi possível devido à cooperação de todos os nossos profissionais de saúde bucal que contribuíram com a nossa história”, afirmou a coordenadora da Saúde Bucal, Bernadete Aparecida Tavares Cunha.

31 anos de saúde bucal em Diadema

O programa de saúde bucal em Diadema se iniciou em 1987 com a municipalização dos serviços. Diadema tem 63 equipes de saúde bucal na Estratégia de Saúde da Família completas e são compostas por cirurgião dentista, técnico de saúde bucal e auxiliar de saúde bucal, um centro de especialidades odontológicas do tipo 3, o Centro de Referência de Doenças Sexualmente Transmissíveis, além do serviço de urgência no Pronto Socorro.

O acompanhamento das crianças de zero a 14 anos em Diadema vem desde o início da implantação da saúde bucal no município. O acompanhamento é feito nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Os retornos das crianças de 0 a 5 anos ocorrem semestralmente; já as de 6 a 14 anos voltam uma vez por ano. Além disso, duas vezes ao ano as equipes vão às escolas, orientam a higiene bucal, realizam a escovação supervisionada e aplicam flúor nas crianças com alto risco de cárie. O acesso do adulto ao tratamento se faz através do “acesso avançado”, que conta com o “sistema da colmeia” com 3 variáveis para a priorização dos mais vulneráveis. Além disso, temos grupos prioritários, como o de gestantes, insulinodependentes e tabagistas.

Os moradores de Diadema têm 100% de cobertura no abastecimento de água com mais de 100 mil ligações ativas. O processo de tratamento da água fornecida pela Sabesp inclui a fluoretação – adição de flúor na água. A medida é utilizada pela companhia desde a década de 80 e contribui com a saúde bucal de milhões de consumidores.