Diadema decreta estado de emergência por conta de pandemia

Cidade conta com 39 casos suspeitos notificados em andamento

 

Diadema decreta estado de emergência por conta de pandemia do novo coronavírus . Foto: Divulgação/PDA

 

A Prefeitura de Diadema decretou nesta quarta-feira (18/03) situação de emergência para enfrentamento da pandemia decorrente do coronavírus, de importância internacional. Com essa nova definição, o município passa a adotar medidas mais rígidas para evitar aglomeração e minimizar os riscos de transmissão da COVID-19.

Até o momento, Diadema não tem nenhum caso de Covid-19 confirmado. De acordo com o Boletim Epidemiológico COVID-19 de Diadema, divulgado na quarta-feira (18/3), há 44 casos suspeitos notificados em moradores de Diadema. Desses, 39 estão em andamento e cinco foram descartados/excluídos.

Dos 39 casos suspeitos em andamento, 37 estão em isolamento domiciliar e dois em isolamento hospitalar para cuidados médicos. Essa conduta visa resguardar a saúde dos pacientes e evitar uma possível transmissão da doença. Um novo Boletim Epidemiológico será divulgado na tarde desta quinta-feira (19/03).

O que diz o decreto?

De acordo com o decreto do prefeito Lauro Michels, poderão ser requisitados bens e serviços de pessoas naturais e jurídicas, mediante indenização posterior; a Administração avaliará possibilidade de suspensão, redução e alteração dos serviços, além de restrições temporárias; e ficará vedada, durante o período de emergência, realização de provas de concurso. Também fica recomendado o fechamento imediato de cinemas, casas noturnas, bibliotecas, teatros e centros culturais particulares e qualquer evento que possa estimular a aglomeração de pessoas.

Além disso, o Decreto Municipal nº 7.708, de 18 de março de 2020, prevê que os servidores municipais, exceto aqueles lotados nas áreas da Saúde e Defesa Social, passem a realizar o teletrabalho e permanecer à disposição da municipalidade, durante a jornada de trabalho.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*