Atila reduz em 20% valor do esgoto e reajusta em 2,89% a tarifa da água

Prefeito de Mauá diz que acréscimo anual nas contas será abaixo da inflação que foi de 3,33%; novos valores passam a vigora a partir de janeiro

Atila usou as redes sociais para divulgar redução de 20% na conta de esgoto. Foto: Reprodução

 

O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), publica nesta terça-feira (19/11) um decreto que proíbe a concessionária BRK Ambiental de cobrar o valor da tarifa de esgoto diferente do que é cobrado pelo consumo de água, ou seja, haverá uma redução de 20% nas contas. Neste mesmo decreto, o prefeito reajusta o valor da água em 2,89% a partir de janeiro de 2020.

“Para reduzir o valor do esgoto, estamos revogando um decreto feito pelo ex-prefeto Donisete Braga, que permitiu que o esgoto fosse 20% a mais que a tarifa da água. Não achamos justa essa cobrança, mesmo porque nem toda a água consumida vai para a rede de esgoto”, disse Atila.

Quanto ao reajuste da água que todos os municípios do País têm de realizar anualmente, Atila afirmou que optou por reajustar abaixo da inflação. “A inflação do período foi de 3,33%, mas vamos atualizar em 2,89% para não penalizar a população. Quanto à tarifa das indústria, vai aumentar mais que a inflação. Vamos tirar dos ricos para ajudar os pobres”, afirmou, que afirmou que divulgará esse índices no final da tarde.

As novas tarifas passam a vigorar em janeiro. O setor da água é gerenciado pela Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) enquanto o esgoto é de responsabilidade da BRK Ambiental.

Para anunciar a redução de 20% nas contas de esgoto, o prefeito de Mauá usou as redes sociais. A divulgação foi feita junto com o presidente da Câmara, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), e os vereadores as Chiquinho do Zaíra (Avante), Cincinato Freire (PDT), Betinho Dragões (PL), Gil Miranda (Republicanos), Vladmilson Bodinho (PRP) e Admir Jacomussi (PRP).

“Quero dizer para toda a cidade que nós vamos anunciar a redução de 20% da tarifa de esgoto a partir de janeiro de 2020. É isso mesmo”, disse o prefeito no vídeo.