1 de dezembro de 2021

Até o momento só São Caetano flexibilizará uso da máscara em 11/12

Mais visitadas

Prefeitura afirma que acompanhará Plano São Paulo como sempre fez durante a pandemia ao acompanhar as orientações do governo do Estado   

uso de máscara em local aberto
Até o momento só São Caetano flexibilizará uso da máscara em 11/12. Foto: Agência Brasil

A Prefeitura de São Caetano acatará determinação do governo de Estado de flexibilizar em dezembro o uso de máscaras em locais abertos, conforme anunciou nesta quarta-feira (24/11) o governador João Doria. A medida valerá a partir do dia 11. Três cidades (Santo André, Diadema e Rio Grande da Serra) manterão a obrigatoriedade da proteção até 31 de dezembro, enquanto São Bernardo ainda vai avaliar como proceder diante do anúncio do Estado e Mauá não deu retorno sobre o posicionamento.

“A Prefeitura de São Bernardo informa que a medida que desobriga o uso de máscaras ao ar livre a partir do dia 11 de dezembro, anunciada hoje pelo Governo do Estado, será avaliada por especialistas do Comitê de Combate ao Coronavírus de São Bernardo, com base nos indicadores da doença na cidade”, informou o governo de Orlando Morando por meio de nota oficial.

A Prefeitura de Rio Grande da Serra informou, por meio da Secretaria de Saúde, que aguardará posicionamento do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC sobre o assunto. “Até a realização da assembleia da entidade, o uso obrigatório de máscaras será mantido em Rio Grande da Serra”, disse a administração de Claudinho da Geladeira.

A Prefeitura de Santo André informa que manterá o posicionamento definido em conjunto com os outros municípios da região no dia 8 de novembro, por meio do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, sobre obrigatoriedade do uso de máscaras. O prefeito Paulo Serra defendia a liberação do uso de máscara, mas mudou de posicionamento depois da reunião da instituição que envolve os prefeitos da Região.

“Portanto, a utilização de máscara segue obrigatória na cidade, inclusive em locais abertos, até pelo menos 31 de dezembro. As regras para uso do acessório após esta data ainda serão definidas, com base nos indicadores da pandemia”, disse a Prefeitura. andreense

Cautela

Diadema também manterá a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes abertos e fechados até o fim deste ano. De acordo com a administração do prefeito José de Filippi Júnior, a medida foi tomada em conjunto com os municípios da região em assembleia do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e a obrigatoriedade da proteção facial contra a covid-19 será reavaliada, observando a evolução da pandemia na região, na primeira reunião geral de 2022 ou, extraordinariamente, caso necessário;

Para o prefeito de Diadema, José de Filippi Junior, é preciso ter cautela. “Mesmo com a queda da pandemia, os casos e as mortes – ainda que em menor número – estão ocorrendo, há a presença da variante delta no estado e novas ondas da doença em alguns países. A medida do estado passa a valer daqui a duas semanas e, na região, a obrigatoriedade da máscara em ambiente aberto segue até o final do ano. Estamos rotineiramente monitorando o cenário da pandemia na cidade e região para tomada de novas decisões ou manutenção daquelas já adotadas”, ressaltou o chefe do Executivo.

A Prefeitura de Mauá  foi procurada, mas até o fechamento da reportagem não havia dado retorno para se posicionar.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações