Após pressão, Rio Grande adia vencimento da taxa do lixo

Moradores e vereadores pressionam para que haja revisão na cobrança; 1ª parcela que seria nesta quarta passou para 31 de agosto

taxa do lixo
Prefeitura anuncia revisão na cobrança da taxa. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Rio Grande da Serra divulgou mudanças na cobrança da taxa de lixo. O governo do prefeito Gabriel Maranhão (sem partido) sofre forte pressão popular para fazer a revisão na lei. Há, inclusive, abaixo-assinado que circula na cidade. A Câmara também não aceita a manutenção da legislação da forma como está.

Com toda essa pressão, a Prefeitura divulgou nesta quarta-feira (15/08) que realizou alguns ajustes na cobrança da taxa do lixo, conforme havia adiantado o ABCD Jornal sobre o estudo que a Prefeitura fazia sobre a provável revisão. O vencimento da 1ª parcela que estava previsto para esta quarta-feira, foi prorrogado para 31 de agoto, sem a incidência de qualquer juros ou multa.

De acordo com a Prefeitura, o prazo para comparecimento no Setor de Cadastro e Fiscalização Tributária, para solicitação da permanência da cobrança da taxa pela Prefeitura e retirada da parcela seguinte foi prorrogado até o dia 27.

Para quem optar na cobrança pela Prefeitura, a 1ª e a 2ª parcela poderão ser unificadas e parceladas em 5 vezes, com o 1º vencimento para o próximo dia 31 e os demais de setembro a dezembro.

Para aqueles que não comunicarem a Prefeitura até 27 de agoto ou comparecerem e aderirem a cobrança pela Sabesp, o valor da 2ª parcela será diluído e cobrado automaticamente nas contas de água até dezembro”, informou a Prefeitura.

Os contribuintes que tiverem dúvidas sobre a taxa podem procurar a Secretaria Municipal de Finanças e o Setor de Cadastro e Fiscalização Tributária ou acessar o site http://www.riograndedaserra.sp.gov.br/noticia/nota-de-esclarecimento/