Advogados de Atila protocolam documento na Câmara e posse será às 14h

 Prefeito de Mauá deixou a penitenciária na sexta-feira e reassume o cargo após 67 dias afastado

 

PSB na oposição
Israel Aleixo, o Bel, diz que posse está marcada para às 14 horas desta segunda-feira. Foto: Divulgação

Os advogados do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), protocolou na Câmara nesta segunda-feira (18/02) documento em que comunica aos vereadores que retornará ao comando do Paço. Atila ficou preso desde 13 de dezembro e conseguiu a liberdade na sexta-feira (15/02), devido a uma liminar concedida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal. O chefe do Executivo é acusado pela PF (Polícia Federal) de chefiar uma organização criminosa que arrecadaria dinheiro de empresas para dividir com 21 dos 23 vereadores, além de um suplente. Todos negam a denúncia.

O braço direito do prefeito, Israel Aleixo, o Bel, disse que a posse na Prefeitura está prevista para as 14h desta sgunda-feira. A cidade foi governada nestes 67 dias de ausência do prefeito pela vice Alaíde Damo (MDB).

Após o protocolo o presidente Neycar (SD) e vereador e pai do prefeito Admir Jacomussi (PRP) conversaram sobre o assunto. “Em pauta esteve a normalidade democrática e institucional da cidade”, diz nota emitida pelo Legislativo.

Pai do prefeito, vereador Admir Jacomussi, se reuniu com o presidente da Câmara, Neycar. Foto: Divulgação

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*