Vídeos: Após aprovação de CEI,  Marcelo Oliveira exonera aliados de vereadores

Mais visitadas

Pelo menos 19 comissionados foram dispensados nesta semana; parlamentares falam em retaliação

Vereador Mazinho
Autoria da CEI é do vereador Erismar Soares Clementino, o Mazinho, do Patriota. Foto: Reprodução

Após a aprovação de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) na Câmara de Mauá para apurar fatos relacionados ao recebimento de lixo de outros municípios sem a devida contraprestação, o governo do prefeito Marcelo Oliveira (PT) exonerou vários cargos comissionados. Os demitidos são  aliados dos vereadores que votaram a favor da investigação em sessão realizada na última terça-feira (16/05).

A autoria da CEI é do vereador Erismar Soares Clementino, o Mazinho, do Patriota. Ele confirmou a exoneração dos cargos de confiança e explicou o motivo da apuração dos fatos ligados ao recebimento de lixo de outras cidades e também à ampliação do aterro  de lixo da empresa Grupo Lara cujo procedimento administrativo não foi iniciado.

Veja vídeo:

A apresentação de um requerimento convocando a secretária da Saúde, Célia Bortoletto, a prestar esclarecimentos aos vereadores sobre a prestação de serviços na cidade, bem como o aumento de algumas doenças, também desagradou o governo. O fato foi abordado pelo vereador Samuel Enfermeiro durante uso da tribuna na Câmara nesta terça. Ele disse que “houve retaliação” e pessoas do seu grupo político também foram afastadas.

O requerimento do vereador gerou polêmica na sessão da Câmara de Mauá, na semana passada, pois ele conseguiu 12 assinaturas, mas na hora da votação três recuaram e o documento não foi aprovado em plenário.

A gestão de Marcelo Oliveira também estaria insatisfeita com a postura dos vereadores José Wellington Correia da Silva Léo Alves de Castro. Comissionados ligados aos dois também teriam sido exonerados. A reportagem não conseguiu contato com os dois parlamentares.

O jornal também tentou contato com o líder do prefeito na Câmara. Getúlio Júnior (PT), mas até o fechamento da reportagem não havia dado retorno. Caso isso ocorra, a matéria será atualizada.

Mais publicações

Últimas publicações