TRE-SP adia julgamento sobre processo de Auricchio

Durante a sessão desta terça, dois ministros votaram por manter anulação do diploma de prefeito e vice

 

TRE-SP adia julgamento sobre processo de Auricchio. Foto: Divulgação

 

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) adiou, nesta terça-feira (03/12), o julgamento do recurso do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), contra decisão da Justiça eleitoral do municípo, que cassou o diploma do chefe do Executivo e o do vice-prefeito Beto Vidoski (PSDB) por conta de doações na campanha eleitoral de 2016.

De acordo com o TRE, dois desembargadores votaram contra o recurso: Marcus Elidius e Nuevo Campos. Depois disso, o juiz José Horácio Halfed fez um pedido de vistas. Segundo o tribunal, não há previsão para a continuação do julgamento do caso.

O juiz Pedro Corrêa Liao, da 166ª Zona Eleitoral de São Caetano, foi quem proferiu a primeira sentença, após o Ministério Público ter movido uma ação envolvendo a doação feita por Maria Alzira Garcia Correa Abrantes.