Sto.André interdita bares por barulho na Vila Sacadura Cabral e Camilópolis

Mais visitadas

Estabelecimentos acumulam mais R$ 51 mil em multas, segundo informações do Semasa

bar interditado em Santo André
Sto.André interdita bares por barulho na Vila Sacadura Cabral e Camilópolis. Foto: Divulgação/Semasa

Em continuidade às ações que visam combater os problemas de ruído e perturbação de sossego, a Fiscalização Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) interditou dois bares na última semana, um no bairro Camilópolis e outro na Vila Sacadura Cabral.

O primeiro bar, localizado na Avenida Pinhal, no Camilópolis, já havia sido orientado e autuado pela autarquia. No total, o estabelecimento acumula R$ 20.484,09 em autos de infração ambiental, equivalente a multas.

O segundo ponto interditado apresentava problemas recorrentes de ruído desde a época da pandemia e está localizado na Rua Jacarandá Branco, na Vila Sacadura Cabral. A proprietária do bar também promovia eventos com música ao vivo a céu aberto, ocasionando transtorno aos moradores dos prédios do entorno, em razão do barulho. No total, o local possui R$ 31.105,47 em multas.

Nos dois locais foram colocadas barreiras de concreto para impedir o acesso e abertura dos estabelecimentos. Para regularizar a situação e proceder com a desinterdição, os responsáveis deverão obter as documentações necessárias previstas em lei, como Alvará de Funcionamento, assinar Termos de Compromisso de Adequação Ambiental e efetuar acordo de parcelamento dos débitos em aberto com a autarquia

Munícipes que são afetados por barulho excessivo em bares, casas noturnas, templos religiosos e escolas de samba podem abrir reclamação no site do Semasa, em www.semasa.sp.gov.br/servicos-ao-usuario/. A recomendação é de que a denúncia, feita de forma sigilosa, ocorra no momento em que acontece o problema.

bar interditado em Santo André
Estabelecimento acumula mais multas, segundo informações do Semasa. Foto: Divulgação/PSA

Mais publicações

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns ao Semasa, realmente existem pequenos empresários que não respeitam as regras civilizatórias, pensam só em lucro custe o que custar, acreditam estarem em terras sem Lei, agradam uma minoria de malucos desvairados e desagradam uma maioria de cidadãos com vidas ordeiras, agora é ficar de olho nesta lista de comerciantes aloprados, e a cassação dos alvarás(se existirem) será a próxima ação…

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações