14 de junho de 2021

Sto.André inicia vacinação de pessoas com deficiência com mais de 18 anos

Mais visitadas

 Imunização contra a Covid-19 também terá início com gestantes sem comorbidades; para estes públicos começará a ser realizada nesta terça, mediante agendamento

Sto.André inicia vacinação de pessoas com deficiência com mais de 18 anos. Foto: Divulgação/PSA-Angelo Baima

A Prefeitura de Santo André começa a vacinar nesta terça-feira (08/06) contra a Covid-19 pessoas com deficiência permanente que têm mais de 18 anos e que não recebem BPC (Benefício de Prestação Continuada), além de gestantes sem comorbidades. É necessário fazer agendamento no site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, local e horário disponíveis.

“Mais uma vez, conseguimos antecipar a vacinação e imunizar públicos prioritários. Um avanço que consolida a eficiência vacinal da nossa cidade, a que mais vacina na região metropolitana de São Paulo. Um desempenho que coloca Santo André como protagonista no combate à Covid-19 e na proteção à nossa gente. Vamos continuar trabalhando por mais doses e por vacinas para todos”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

As pessoas com deficiência serão imunizadas com a vacina Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fiocruz. As gestantes sem comorbidades receberão doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

A partir de quarta-feira (9) profissionais que atuam na educação básica do município e que tenham entre 45 e 46 anos também serão vacinados. A imunização é destinada para pessoas que atuam em instituições de ensino estadual, particular e municipal.

Para esclarecer dúvidas e obter outras informações sobre o cadastramento, além do portal da Prefeitura de Santo André, há o telefone 0800-4848004.

O município segue antecipando grupos prioritários e expandindo a vacinação contra a Covid-19. Até o momento, 224.210 pessoas do público-alvo foram imunizadas, sendo que 102.394 receberam a primeira e segunda dose da vacina.

Documentos necessários – Todos os munícipes deverão, obrigatoriamente, apresentar comprovante de residência e documento de identidade. Munícipes com deficiência permanente devem apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica.

Os profissionais da educação básica devem apresentar documento que comprove o vínculo ativo com a instituição de ensino, como holerite atualizado ou declaração emitida pela escola.

Solidariedade – O Fundo Social de Solidariedade, presidido voluntariamente pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra, está recebendo doações. Quem for se vacinar pode levar 1 kg de alimento não perecível para doar nos drive-thrus. Os itens irão para o Banco de Alimentos, que está entregando os itens para as famílias em situação de vulnerabilidade.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações