25 de junho de 2021

Secretário de Educação de S.Caetano faz balanço de educadores não vacinados

Mais visitadas

Fabrício Coutinho explica que número alto de ausências está relacionado principalmente a professores que tinham tomado vacina da gripe e docentes da rede particular

Fabrício Coutinho explica que número alto de ausências está relacionado principalmente a professores que tinham tomado vacina da gripe e docentes da rede particular. Foto: Gislayne Jacinto

O Secretário de Educação de São Caetano, Fabrício Coutinho, apresentou na manhã desta segunda-feira (07/06) um balanço dos casos dos professores que não foram tomar vacina contra Covid-19 entre os dias 31 de maio e 5 de junho. Nesse período, 36% dos educadores que fizeram o agendamento não compareceram para a imunização.

De acordo com o secretário, 10% tomaram vacina contra a gripe influenza no sábado (04/05) e terão de aguardar 14 dias para receberem a vacina contra o coronavírus. “Quando terminar esse período, os professores poderão procurar qualquer unidade de saúde que faça a imunização nessa cidade” afirmou.

Segundo o secretário, enquanto isso, esses docentes permanecerão dando aulas online. As aulas presenciais retornaram para parte do ensino infantil (G4 e G5) nesta segunda-feira, com adesão de 80%. “Os professores desse segmento estão todos vacinados”, completou.

Fabrício Coutinho afirmou ainda que 6% dos ausentes estavam com Covid-19 ou outros problemas de saúde que impediram a vacinação.

Os outros 20% são professores que agendaram e depois descobriram que não estavam enquadrados nos critérios para vacinação, entre eles educadores da rede particular, docentes universitários da USCS (Universidade de São Caetano do Sul) e do Instituto Mauá, além de docentes da Escola de Idiomas. “Também não puderam tomar a vacina  professores de outros municípios que fizeram o agendamento, mas não estavam enquadrados nos critérios”, informou Coutinho.

Pelas regras de São Caetano, somente professores da rede municipal de ensino ou de escolas estaduais puderam ser imunizados contra a covid.

Ao ser questionado quando os professores da rede particular serão vacinados, o secretário informou que nesta semana deve sair uma definição quanto ao calendário.

O ABCD Jornal publicou reportagem nesta sexta-feira (04/06) na qual mostrou que de segunda-feira (31/05) até quinta-feira (03/06) 41,51% dos professores não compareceram para tomar a vacina disponibilizada pela Prefeitura.

O dia mais crítico com relação às ausências foi na quinta-feira (03/05), feriado de Corpus Christi, pois dos 340 agendados, 200 não compareceram, o que representa 58,83% .

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações