18 de maio de 2022

Santo André, S.Bernardo e Diadema vetam festividades do Carnaval 2022

Mais visitadas

Decisão leva em conta o risco de transmissão do coronavírus em meio ao surgimento de uma nova variante

carnaval de blocos em santo andré
Últimas festividades de carnaval em Santo André foram em 2020. Foto: Divulgação/PSA-Alex Cavanha

As Prefeituras de Santo André, São Bernardo e Diadema informaram que não permitirão a realização de Carnaval de rua em 2022. A decisão leva em conta o risco de transmissão do coronavírus em meio ao surgimento de uma nova variante que pode resultar em aumento no número de casos no país. São Caetano e Ribeirão Pires também já anunciaram que não terão a festa.

“Ressaltamos, no entanto, que essa decisão precisa ser debatida regionalmente e adotada de maneira uniforme, porque as pessoas podem sair de uma cidade e ir para o Carnaval em outro município. Por esse motivo, a decisão será oficializada na semana que vem, após reunião entre os prefeitos no Consórcio Intermunicipal Grande ABC”, informou a administração por meio de nota oficial.

São Bernardo

A Prefeitura de São Bernardo informou que o Carnaval estará proibido na cidade em 2022. A Prefeitura não repassa, desde 2017, recursos à organização das escolas de samba, como parte do plano de austeridade econômica. Em 2022 também não será autorizada a realização de Carnaval por parte de blocos independentes. A medida será regulamentada em decreto nesta sexta-feira (3/12). O Festival de Verão, tradicionalmente realizado em janeiro, também foi cancelado.

Diadema

A Prefeitura de Diadema também informou que não realizará as festividades do Carnaval de 2022, no município. A medida foi confirmada, nesta manhã (02/12), por uma deliberação do Comitê Intersecretarial de Acompanhamento das Ações para Combate à Covid-19 de Diadema frente à pandemia pelo coronavírus e a chegada da variante ômicron no país.

Outras medidas

O uso da máscara é uma das maneiras mais eficazes para completar a prevenção contra a covid-19. Assim, o município mantém da obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes abertos e fechados até o fim deste ano. No momento está em vigor o decreto

O município também segue fazendo o monitoramento diário dos casos referentes à transmissão do coronavírus na cidade para adotar todas as medidas que se façam necessárias, a depender do cenário epidemiológico apresentado. Além disso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) está reforçando a identificação na triagem dos serviços de saúde para identificar sintomáticos respiratórios que venham de outro país.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações