2 de julho de 2022

Santo André resgata dois filhotes de coruja na Vila Palmares

Mais visitadas

Animais caíram do ninho e foram recolhidos por uma munícipe, que realizou os primeiros cuidados

duas corujas
Corujas caíram do ninho e foram recolhidas por uma munícipe, que realizou os primeiros cuidados. Foto: Divulgação/PSA-Helber Aggio

A Prefeitura de Santo André, por meio do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente, com o apoio da Guarda Civil Municipal, realizou o resgate de dois filhotes de coruja – orelhuda (Asio clamator) na Vila Palmares.

A informação chegou à equipe da secretaria por meio de uma denúncia de que havia uma coruja em uma caixa entre as ruas Lauro Muller e Afonsina. A equipe da GCM foi ao local e constatou o ocorrido. Os animais caíram do ninho e foram recolhidos por uma munícipe, que realizou os primeiros cuidados.

“Nossa orientação é deixar os animais protegidos, porém, próximos ao ninho para que os pais os encontrem. Assim, eles poderão dar a continuidade na tarefa de alimentá-los e educá-los, favorecendo o crescimento dos filhotes em seu ambiente natural”, afirma a diretora de Bem-Estar Animal, Fabiana Pera Moretti.

O Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal encaminhou as corujas ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras Pet), localizado no Parque Ecológico do Tietê, na capital, para tratamento especializado. Apenas em 2022, dez animais silvestres foram resgatados na cidade. No ano passado foram 382, sendo 241 aves.

“O município de Santo André está inserido no bioma Mata Atlântica, com rica biodiversidade. Essa espécie de coruja pode ser encontrada na nossa região. O trabalho de resgate e encaminhamento para o Cras Pet garante que esses animais sobrevivam e sejam reintroduzidos no seu habitat natural”, afirma o secretário de Meio Ambiente, Fabio Picarelli.

O telefone para solicitar o resgate de animais silvestres em Santo André é o 4433-1958. O atendimento é feito de segunda a sexta feira, das 8h às 17h. Aos finais de semana, o contato deve ser feito pelo telefone de emergências da Guarda Civil Municipal, o 153.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações