S.Caetano capta R$ 1,7 milhão para projetos da Terceira Idade

Prefeitura conseguiu o respectivo montante  junto à iniciativa privada 

 

Entre os projetos está o Curso de Cuidadores que envolve a capacitação da Terceira Idade para a reinserção no mercado de trabalho. Foto: Divulgação/PSCS

 

O setor de Desenvolvimento Institucional, que faz parte da Secretaria de Governo da Prefeitura de São Caetano, captou de 2017 até o ano passado R$ 1,7 milhão para a realização de seis projetos voltados, exclusivamente, para a Terceira Idade. O montante foi conquistado junto à iniciativa privada.

Nos dois primeiros anos (2017/2018) da terceira gestão do prefeito José Auricchio Júnior, houve a captação de mais de R$ 1,2 milhão para a concretização de três projetos: Turismo na Maturidade (aquisição de um ônibus rodoviário), Alimentando Corpo e Mente (instrução para a melhoria da alimentação e saúde mental, além de substituição de eletrodomésticos, cadeiras, mesas e utensílios dos cinco CISEs) e Curso de Cuidadores (2ª edição de curso de capacitação da Terceira Idade para a reinserção no mercado de trabalho).

Em 2019, outros três projetos foram contemplados, com a captação de R$ 470 mil. O Exercitando Corpo e Mente (equipamentos para academias e academias ao ar livre – Praça da Família), a 2ª edição do Curso de Cuidadores e o Atualizando a Maturidade.

Para a coordenadora da Comtid (Coordenadoria Municipal da Terceira Idade), Lucila Lorenzini, estes recursos têm grande importância. “Com certeza contribuem para a qualidade de vida e para o bem-estar dos idosos de São Caetano do Sul”, ressalta.

“Promover ações para a melhoria da qualidade de vida da população da terceira idade é uma preocupação constante. Por meio da Lei do Idoso conseguimos executar projetos inovadores, todos aprovados pelo Conselho Municipal do Idoso”, destaca a assessora de Desenvolvimento Institucional da Prefeitura, Lilian Cristina Fernandes.

A captação é feita junto às empresas parceiras, que a partir de suas doações permitem dar condições ainda melhores à população idosa. As empresas que contribuíram são Banco Alfa, Banco do Brasil, Comgas, CVC Corp, Lorenzetti, Grupo Mapfre e Yakult.