13 de agosto de 2022

S.Bernardo e Mauá reduzem para 4 meses intervalo para aplicação da 3ª dose

Mais visitadas

Medida acompanha o Plano Estadual de Imunização (PEI) e é válida para população acima de 18 anos; vacinação ocorre nas 33 UBSs do município

vacinação contra covid-19
São Bernardo reduz para 4 meses intervalo para aplicação da 3ª dose contra Covid. Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Bernardo vai diminuir, a partir desta sexta-feira (03/12), de cinco para quatro meses o intervalo entre a segunda e a terceira dose contra a Covid-19 para a população adulta de 18 anos ou mais. As pessoas que já cumpriram o prazo de quatro meses desde a 2ª dose devem realizar agendamento para receber a 3ª dose pelo site www.saobernardo.sp.gov.br/web/coronavirus ou por meio do App São Bernardo na Palma da Mão.

A aplicação das doses será realizada em todas as 33 Unidades Básicas de Saúde (UBS), das 8h às 17h, sendo que em 20 delas o procedimento também pode ser agendado para ocorrer no período noturno (até às 21h). A medida acompanha o Plano Estadual de Imunização (PEI).

De acordo com o prefeito Orlando Morando, o município permanece alinhado ao Estado no combate à pandemia e a nova estratégia se dá por conta do atual cenário epidemiológico e da proximidade das festas de final de ano. “Qualquer pessoa vacinada com a segunda dose há quatro meses poderá receber o reforço. Isso fortalece a nossa cobertura vacinal e diminui a chegada das variantes à nossa região”, declarou o chefe do Executivo.

“Mesmo aqueles que não conseguirem realizar o agendamento, podem se dirigir a uma das nossas Unidades Básicas de Saúde que a vacina será feita” reforçou o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.

Documentos

Para ser imunizado contra a Covid-19, é preciso apresentar um documento de identificação, comprovante de agendamento e, no caso de segunda e terceira doses, comprovantes de vacinação das etapas anteriores. Já os jovens de 12 a 17 anos precisam estar acompanhados por um responsável maior de 18 anos.

Janssen

Desde a última terça-feira (30/11), o município também aplica a dose de reforço ao vacinados com a Janssen, com imunizante da Pfizer. Para estas pessoas, não há necessidade de agendamento para tomar a vacina nas UBSs da cidade.

Mauá 

A partir desta sexta-feira (03/12), conforme orientação do governo estadual, o município de Mauá  reduzirá de cinco para quatro meses o intervalo para a aplicação da dose de reforço. Até esta quinta-feira (2/12), 672.587 vacinas foram aplicadas na cidade – 35.714 da dose adicional.

Estão aptas a receber a terceira dose as pessoas com 18 anos ou mais que tomaram as duas doses da CoronaVac, da Pfizer ou da AstraZeneca. Aquelas que receberam Janssen (dose única) há dois meses (61 dias) ganharão a Pfizer como reforço – caso esteja indisponível, poderá ser utilizado outro imunizante.

Para os imunossuprimidos acima de 18 anos (http://t.ly/y7Gg) que receberam a Janssen, a dose adicional é depois de 28 dias — o mesmo para os integrantes deste grupo que tomaram outros imunizantes.

Munícipes com viagem próxima a países que não aceitam as duas doses de CoronaVac podem ganhar o reforço após 28 dias.

A vacinação ocorre de segunda a sexta-feira nas 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), das 8h às 16h – Magini, Flórida e Zaíra 2 funcionam até as 20h.

É fundamental apresentar o comprovante de imunização e documento com foto (CNH ou RG) no local de vacinação.

É possível ajudar a combater a fome na cidade ao se imunizar. Doe qualquer alimento da cesta básica para a campanha ‘Mauá na luta contra a fome’ no dia em que for se vacinar. Não é obrigatório, mas ajudará muito a quem não tem o mínimo para colocar na mesa.

A Prefeitura reforça o pedido às pessoas seguirem com os cuidados sanitários. Use corretamente a máscara, mantenha a higiene das mãos frequentemente e o distanciamento físico. Evite aglomerações.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações