13 de agosto de 2022

Professora de Biologia em Mauá é morta por criminosos em Ribeirão Pires

Mais visitadas

Adriane Caetano estava a caminho de sua residência e foi assassinada com um disparo na nuca na Estrada

professora adriane caetano
Professora de Biologia em Mauá é morta por criminosos em Ribeirão Pires

 

Uma professora de Biologia, identificada como Adriane Caetano Santos Inácio, de 48 anos foi morta no bairro 4ª Divisão, em Ribeirão Pires, na noite desta segunda-feira (13/06). Ela estava a caminho de sua residência, quando foi abordada por criminosos. Uma das versões apuradas é execução, mas pela Polícia também não descarta tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte).

Adriane era casada e deixa uma filha. Ela dava aulas de biologia em uma escola pública de Mauá há mais de 10 anos. Devido à comoção, as aulas foram suspensas nesta terça-feira (14/06).

A professora  saiu da escola em Mauá e pegou seu veículo para retornar para sua residência que fica em Ribeirão Pires. A docente deu uma carona para uma colega e continuou seu trajeto, mas não chegou em casa.

Depois de algumas horas, a professora foi localizada por PMs no asfalto, na Estrada Sapopemba, perto de seu automóvel. Ela estava com um tiro na nuca. Os policiais encontraram manchas de sangue e um dos vidros estava quebrado do lado do motorista.

O que intriga nesse crime é que os criminosos não levaram nada. No banco do passageiro estavam o telefone celular de Adriane, além de sua bolsa e a carteira.

Apesar de o latrocínio não estar descartado, a outra versão investigada é execução. O celular de Adriane será periciado para serem analisadas as ligações e mensagens recebidas.

Amigos, alunos, ex-alunos e familiares lamentaram a morte pelas redes coais.

“Como é triste acordar com uma notícia dessa! Uma pessoa tão querida, guardarei todas as lembranças maravilhosas da minha infância na sua casa com as meninas. Que Deus conforte o coração de toda sua família e amigos. Descanse em paz Dri”, afirmou uma amiga.

“Oi, amiga, Adriane Caetano, hoje o dia ficou triste com a notícia da sua partida. Mas fica na memória as nossas conversas e do seu sorriso contagiante. Externamos nossos sentimentos à família e nosso desejo de ouvi-la um pouco mais um dia nos céus. Com saudades, aguardamos este dia. Deus conforte a todos”, concluiu outra amiga

O que diz a Polícia

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo), a docente foi localizada pela PM por volta da meia noite.

Leia a íntegra da nota: 

“Uma mulher de 48 anos foi encontrada morta, por volta de 00h desta terça-feira (14), na Estrada de Sapopemba, em Ribeirão Pires. A vítima apresentava ferimento na parte de trás da cabeça e o óbito foi constatado pelo SAMU. Foi solicitado perícia ao local e o veículo e o celular da vítima foram apreendidos para serem periciados. O caso foi registrado como homicídio na Delegacia de Ribeirão Pires, onde é investigado”.

 

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações