Políticos do Psol denunciam diretor do Colégio Liceu de Santo André ao MP

Mais visitadas

Vereador Ricardo Alvarez e deputado Ivan Valente alegam em representação que uma gravação mostra que o diretor teria feito discurso com teor homofóbico

colégio liceu
Políticos Psol denunciam diretor do Colégio Liceu de Santo André ao MP. Foto: Reprodução

O vereador Ricardo Alvarez (PSOL-SA) e o deputado federal Ivan Valente (PSOL) entraram com uma representação no Ministério Público para apurar as denúncias de LGBTfobia e preconceito supostamente praticados pelo diretor/proprietário do colégio Liceu Jardim de Santo André, Daniel Contro.

Em reunião com pais e mães na sede da escola no dia 3 de novembro, o empresário discursou e emitiu opiniões, que segundo os parlamentares, ferem regras básicas de convivência humana e as diretrizes da educação municipal, estadual e nacional. Na representação, citam que foi estimulado o preconceito, o que é crime.

“Os áudios que vazaram da reunião deixam claro o discurso preconceituoso contra a população LGBTQIA+, o que é extremamente grave. Não queremos crucificar ninguém, mas não podemos deixar que alunos e alunas sejam discriminados daquela forma”, afirmou Alvarez.

No áudio, gravado por responsáveis que acompanhavam a reunião e que caíram em grupos de Whatsapp, há frases atribuídas ao proprietário da escola como: “identidade de gênero sem meias palavras e nesta escola há um conjunto de valores que não abriremos mão. Isso não será tido como normal nesta escola.”

Segundo a representação do Psol, em outro trecho, Contro trataria “homossexuais” e “criminosos” como iguais: “União destas pessoas: ciganos, homossexuais, criminosos (PCC, crime organizado) se organizaram para atacar os valores da sociedade tradicional judaico cristã”.

Em junho de 2019, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito em razão da orientação sexual ou da identidade de gênero é considerado crime.

“É papel dos gestores escolares acolher e estimular a convivência com a diversidade entre alunos, alunas, pais, mães, professores, professoras e profissionais da educação para uma sociedade inclusiva e pacífica dentro da comunidade escolar também”, disse o vereador.

Alvarez protocolou ainda documento para dar ciência sobre a ação à Câmara Municipal, ao colégio, ao Conselho Tutelar, ao Conselho da Criança e do Adolescente, à Secretaria da Educação, à Diretoria Regional de Ensino e à da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Santo André.

A reportagem do ABCD Jornal entrou em contato com o colégio e o diretor negou que tenha sido preconceituoso e que ainda não foi notificado da representação do políticos do Psol. Daniel Contro admitiu que a escola é “conservadora”, mas afirmou que independente das opções diferentes dos alunos qualquer um pode ser matriculado na instituição.

O diretor disse ainda que com a volta das aulas presenciais todas as escolas têm percebido em alguns alunos crises de identidade e , por isso, convocou 300 pais para a reunião.

Em nota divulgada às famílias, o Colégio nega que as acusações que circulam nas redes sociais.

Leia a nota divulga às famílias:

nota do colégio liceu
Nota do Colégio Liceus às famílias. Foto: Reprodução

Mais publicações

2 COMENTÁRIOS

  1. certos grupos de pessoas já estão passando do limite, e isso só provoca mais rejeição da maioria em relação a minoria, desde que haja respeito ao ser humano, cada ser tem a liberdade de expor seu jeito e suas preferencias, o que não pode ocorrer é alguém obrigar você a gostar do que ele gosta, por exemplo , na minha casa entra quem eu permitir, meu time eu que escolho, trabalho onde eu quero e com eu quero, como o que quero, tenho então a liberdade de gostar ou não do que faço, do que como, do que visto e das pessoas do meu circulo de amizades, sendo assim respeitando o próximo, tenho o direito de gostar ou não de tudo ou de todos.

  2. PSOL, especialista em pautas inúteis. No caso em questão, o vereador psolista Ricardo Alvarez e o deputado Ivan Valente, igualmente psolista, tentam impor suas pautas progressistas – e inúteis – na marra. Se algum dia o PSOL apresentar alguma proposição útil, mudo de ideia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações