PM à paisana atira contra a cabeça de 2 ladrões durante assalto em S.Bernardo

Fato aconteceu na rua Lídia, altura do 291, na Vila Mussolini; bandidos foram levados em estado grave ao Pronto Socorro Central e Hospital Mário Covas

 

Troca de tiros entre PM e criminosos aconteceu na rua Lídia, altura do 291, na Vila Mussolini. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Um PM (Policial Militar) efetuou quatro disparos de arma de fogo contra a cabeça de dois bandidos. O soldado estava de folga e em trajes civis quando dois ladrões armados tentaram assaltá-lo. O policial reagiu e houve troca de tiros e os criminosos foram baleados. O fato aconteceu na rua Lídia, altura do 291, na Vila Mussolini.

Os criminosos estavam em uma motocicleta Honda/CB 300, de placas AVA-1158-Jaguapitá/PR. Um suspeito se chama Adriano Leite Dantas e o outro ainda não teve a identidade pela polícia. Eles tem 19 e 21 anos.

De acordo com a ocorrência, o policial militar estava com a sua mulher e  havia estacionado o veículo na Rua Lídia para deixar a amiga das suas filhas em uma residência. Enquanto era realizado o desembarque, uma motocicleta ocupada por dois criminosos parou perto veículo, lado do motorista, sendo que o passageiro apontou armamento ao PM e anunciou o assalto.

De imediato, o PM reagiu à agressão e disparou quatro tiros, sendo que um  pegou na cabeça do passageiro da moto e o outro na boca do motorista. Esse último foi socorrido e levado ao Pronto Socorro Central. O outro suspeito foi levado para o Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André.

A Polícia técnico-científica esteve no local, bem como o Departamento de Trânsito da Prefeitura e equipes de PMs que fizeram a preservação do local.

O caso foi registrado no 6º DP (Distrito Policial).

A Prefeitura de São Bernardo, por meio da secretaria de Saúde, informou que Adriano Leite Dantas deu entrada no Hospital Pronto-Socorro Central (HPSC), às 21h51, deste domingo (12/01), trazido algemado pela Polícia Militar (PM). O paciente apresentava fratura exposta de mandíbula e na coluna cervical. Ele teve a mandíbula fixada e está estável, sendo acompanhado por equipe multidisciplinar na sala vermelha. No momento, aguarda avaliação da equipe de neurocirurgia.

23 Comentários

  1. Só acho que a manchete de água ser outra. Afinal os disparos efetuados pelo policial foram de defesa em razão da injusta agressão sofrida por ele.

  2. Graças a DEUS policial vivo e vagabundo morto.Aqueles que defendem o bandido,pense que a vítima do assalto poderia ser vc ou um parente seu.Parem de proteger vagabundo.Há ainda os do colarinho branco que merecem ser presos na prisão perpétua e confiscar os bens ilícitos

Comments are closed.