Paulo Serra acusa Ailton Lima de pensar só em eleição e praticar velha política

Sobre rompimento, prefeito de Santo André diz que faltou conversa “olho no olho” com seu ex-secretário de Desenvolvimento Econômico

 

Paulo Serra diz que perdeu ex-secretário para prática da velha política. Foto: Divulgação/PSA-Ricardo Trida

 

Fiquei magoado por perder um soldado na nova política para a prática da velha política”. Essa frase foi dita na tarde desta sexta-feira (22/02) pelo prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), e resume seu sentimento com relação ao rompimento do seu ex-secretário de Desenvolvimento Econômico Ailton Lima (PSD), que não quis mais retornar ao cargo depois que disputou as eleições para deputado federal em outubro do ano passado. Ailton decidiu tomar outro rumo e concorrer a Prefeitura no ano que vem.

Na verdade, essa história a gente lamenta por dois principais motivos. Sou de uma geração de políticos novos, já o Ailton pertence a uma outra geração, com mais idade, é mais velho, lamento essa geração se preocupar mais em disputar eleição do que pensar na cidade. Eu não estou preocupado com eleição, meu foco é resolver problemas como a questão da água, da saúde e a construção de mais dez creches. Vou pensar em eleição só em julho do ano que vem”, afirmou o prefeito.

Paulo Serra disse que o desligamento de Ailton Lima do governo foi uma escolha do ex-secretário e lamentou não ter sido procurado para conversa. O ex-secretário teria conversado com seu advogado particular Leandro Petrin.

Lamento o fato de a gente não ter conversado. Petrin é meu advogado, é meu amigo, mas não é o prefeito. O Ailton veio e trabalhou um pouquinho, ficou só um tempinho (na Prefeitura) e já foi disputar eleição, outros disputaram e voltaram como é o caso dos Edson Sardano e Almir Cicote”, dise.

O prefeito relatou ter sido informado da decisão de Ailton Lima pela imprensa e reclama que o ex-secretário não o procurou para um diálogo.

Sobre perder do PSD para Ailton Lima, ele afirmou que Gilberto Kassab, presidente do partido, o procurou para comunicar que a retirada da legenda das mãos do ex-vereador José de Araujo. O prefeito afirmou que foi ele quem viabilizou dentro da legenda a candidatura a deputado de Ailton na eleição de 2018. 

Quanto às demissões de assessores indicados por Ailton disse que juntou uma avaliação técnica com “questões políticas mal resolvidas”.