10 de agosto de 2022

Passaporte da vacina triplica procura por doses contra covid em Diadema

Mais visitadas

 Dados da Secretaria Municipal de Saúde mostram que houve aumento da busca para iniciar a proteção vacinal, completar o esquema com duas doses, além do reforço com a D3

pessoa vacinada
Passaporte da vacina triplica procura por doses contra covid em Diadema

A exigência da apresentação do Passaporte da Vacina contra a Covid-19 para entrar em estabelecimentos e locais de uso coletivo públicos e privados de Diadema triplicou a procura pela primeira dose (D1) e segunda dose (D2) dos imunizantes contra a doença. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e relacionam o período de 19 a 26 de janeiro – antes do anúncio da medida – e o período entre 27 de janeiro e 3 de fevereiro, a partir da divulgação da obrigatoriedade do documento. A exigência começou a valer neste mês.

No primeiro período, foram aplicadas 507 primeiras doses da vacina, já no período seguinte 1.491 pessoas deram início ao esquema vacina contra a doença, o que representa um aumento de procura 194%.

Quando o assunto é completar o esquema vacinal, o percentual chega a 176%. Passando de 1.168 D2 aplicadas na semana anterior ao anúncio para 3.220 vacinas no período seguinte.

“São números que mostram que o Passaporte da Vacina cumpre seu papel, que é vacinar todo nosso povo. A ciência já comprovou que somente com a imunização completa é possível a gente superar a pandemia. Esses números mostram que a população de Diadema entendeu a importância do Passaporte da Vacina, uma medida acertada pelo prefeito Filippi”, diz Patty Ferreira, prefeita em exercício.

“A estratégia de exigir o passaporte da vacinação contra a covid-19 para frequentar locais fechados ou de grande circulação de pessoas já havia sido adotado em países desenvolvidos na Europa e, segundo estudos da renomada Universidade de Oxford, já tinha contribuído para o aumento da cobertura vacinal na França, Israel, Itália e Suíça. E agora, os nossos números estão mostrando o mesmo resultado aqui. A procura pela vacina aumentou em todas as doses disponíveis. Reforçamos que as decisões do Comitê Intersecretarial são pautadas na ciência e em experiências bem sucedidas, não em achismo”, afirmou a secretária municipal da Saúde, Dra Rejane Calixto.

 

Reforço

O aumento de procura também foi registrado para a dose de reforço (D3), quando o esquema vacinal já está completo. As equipes de saúde vacinaram 13.579 pessoas com a D3 no primeiro período de comparação. Já no segundo momento, foram 23.313 doses, representando ampliação de 172%.

 

Comprovação

O Passaporte da Vacina passou a ser exigido a partir de 1º fevereiro e, de acordo com o Decreto Municipal nº 8.095, vai até 2 de março. A exigência pode ser prorrogada ou revogada seguindo a orientação das autoridades sanitárias. O comprovante (entregue no momento da vacinação) deve ser apresentado junto com documento de identidade com foto.

O documento é obrigatório para estabelecimentos e locais de uso coletivo públicos e privado, como: academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais; estádios e ginásios esportivos; cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, e recreação infantil; atividades de entretenimento, boates, casas de espetáculos, festas, eventos e apresentações em geral; conferências, convenções e feiras comerciais; bares, lanchonetes, restaurantes, refeitórios, serviços e praças de alimentação, para a acomodação de clientes sentados nas áreas internas ou protegidas por cobertura de qualquer natureza; serviços de embelezamento, estética e congêneres; prédios comerciais, lojas, padarias e congêneres; serviços de transporte de passageiros por taxímetro ou aplicativo; estabelecimentos de hospedagem e acomodação de qualquer espécie, drive-in, locações de imóveis por temporada; serviços contratados por aplicativo; e prédios públicos, exceto os estabelecimentos que prestem serviços relacionados à saúde.

 

Proteção

Até esta sexta-feira (11), Diadema já aplicou 842.333 vacinas no total, sendo a primeira dose em 341.688 pessoas, a segunda dose em 311.044 pessoas, a terceira dose em 153.194 pessoas, a quarta dose em 156 pessoas, a dose única em 10.239 pessoas e 26.012 doses em crianças.

Atualmente, a vacina está disponível para o público infantil a partir de cinco anos e os demais grupos elegíveis, de acordo com a indicação de doses (D1, D2, D3 e D4), em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Diadema, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h. Quatro delas (Centro, Serraria, Paineiras e Promissão) estão com horário ampliado até as 18h. O Shopping Praça da Moça também é uma opção para quem ser se proteger até 5 de fevereiro. Mais informações em http://www.diadema.sp.gov.br/saude/27624-shopping-praca-da-moca-prorroga-vacinacao-contra-covid-19-ate-sabado. Confira a lista de endereços das UBSs em http://www.diadema.sp.gov.br/saude/26592-conheca-os-locais-de-vacinacao-para-covid-19.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações