Orlando Morando diz que resultado das urnas for mais do que esperava

Prefeito de São Bernardo foi reeleito em 1º turno com 261.761 votos (67,28% dos válidos)

 

Orlando Morando diz que resultado das urnas for mais do que esperava. Foto: Divulgação

 

 

O atual prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), que foi foi reeleito neste domingo (15/11), em vitória no 1º turno, após conquistar 261.761 votos, 67,28% dos votos válidos concedeu nesta segunda-feira (16/11) sua primeira entrevista coletiva após a vitória e afirmou que o resultado foi acima do que esperava.

O tucano atribuiu o fato a uma rejeição ao Partido dos Trabalhadores.  O segundo colocado Luiz Marinho (PT) registrou 23,34% de votos, seguido por Rafael Demarchi (PSL), que ficou 5,10%, e Dr Leandro Altrão (PSB), detentor de 2,53% de adesão. Os demais candidatos Lourdes da Chapa Coletiva (Psol), com 1,56% , e Cláudio Donizeti (PSTU), 019%, fecharam a lista. Votos brancos foram 4,62% e nulos foram de 9,88%. Ao todo, 389.081 eleitores foram às urnas na cidade.

“A população de São Bernardo tem uma verdadeira antipatia pelo PT. Está claro isso para mim. As urnas mostraram isso. Isso é fruto do desgoverno que Marinho deixou na cidade, de sua arrogância, de sua prepotência e do descaso. Além dos desmandos éticos que a justiça está apurando. Há a delação da (empreiteira) OAS e do piscinão (do Paço). Agora, passado processo eleitoral, é possível que a leniência venha à tona e os nomes dos corruptos sejam colocados”, disse o prefeito na entrevista coletiva. Ele estava acompanhado do vice Marcelo Lima (PSD).

Governabilidade

O prefeito também comentou que seu apoio na Câmara aumentou, pois a coligação “Força e Competência para Cuidar da Nossa Gente”, encabeçada por ele sagrou-se vitoriosa também no Legislativo, elegendo 24 dos 28 vereadores para o próximo mandato. O mais votado foi Danilo Lima (PSDB), com 8.930 votos. Comerciante na cidade, é primo do vice-prefeito Marcelo Lima.

Depois de entregar um plano de obras, entre 2017 e 2020, com mais de 100 grandes intervenções e mais de 2.000 realizações, Orlando Morando recebeu o reconhecimento do trabalho, pela recolocação de São Bernardo no trilho do desenvolvimento, da credibilidade financeira (município era rating “D -”, em 2016, e hoje é “A+”), recuperação e excelência nos serviços públicos.

“Minha primeira palavra é muito obrigado, população de São Bernardo, por esta vitória maravilhosa, gigante e honrada. Ao mesmo, sei do tamanho da responsabilidade e do trabalho que devemos continuar fazendo na cidade. Agora, não preciso usar o termo que utilizava desde o início da pandemia, que é de trocar vidas por votos. Agora é, não vou trocar vidas, por nenhum motivo”, destacou o prefeito Orlando Morando, que além de toda a população fez um agradecimento especial à família, sua esposa a deputada estadual Carla Morando (PSDB), seus filhos, seus pais e irmãos, além do deputado federal Alex Manente (Cidadania), que fez adesão nesta campanha eleitoral.

CAMPANHA – Orlando Morando disse que pautou sua campanha de forma propositiva, além de dialogar sobre o plano de obras entregue na cidade, em menos de quatro anos, das futuras propostas, como a chegada de mais dois novos hospitais (Hospital da Mulher e Hospital de Olhos), quatro novos Viadutos, mais escolas, equipamentos de Saúde, ampliação dos programas Praça-Parque e Arena Parque.

“O sentimento que colhemos neste período de campanha foi maravilhoso, com as pessoas reconhecendo o nosso trabalho de recuperação da cidade. Fomos uma gestão de realização e não de abandono e isso deu credibilidade frente aos moradores. Assim, vamos seguir, trabalhando de maneira honesta e transparente, respeitando a nossa população”, destacou o prefeito Orlando Morando.

Vice-prefeito, Marcelo Lima (PSD) enfatizou sobre o planejamento para as intervenções no município. “Era um desafio enorme, dívidas deixadas e muitas obras abandonadas. Fomos aos poucos, arrumando a casa e executando um a um, os principais projetos”, comentou Marcelo.

VOTAÇÃO – O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), votou por volta das 10h30, na escola estadual Dr. Mathias Octávio Rôxo Nobre, no bairro Batistini, acompanhado da esposa, a deputada estadual Carla Morando (PSDB), dos filhos, Orlandinho e Antonella, além do vice-prefeito Marcelo Lima (PSD).

No local, Morando ressaltou “sobre a importância do processo democrático” e “respeito ao resultado”. Na sequência, acompanhou a votação da esposa, a deputada estadual Carla Morando (PSDB), no Colégio Barão de Mauá, na Vila Euclides. O prefeito aguardou a apuração em sua residência, seguido pela companhia da família.

 
PERFIL – Orlando Morando Júnior, 46 anos, é formado em Direito e Administração. É o atual prefeito de São Bernardo.

Empresário, é casado com a deputada estadual Carla Morando, líder do PSDB na Assembleia Legislativa, e tem dois filhos: Orlandinho e Antonella.

Iniciou o mandato em São Bernardo, em 1º de janeiro de 2017, promovendo um amplo resgate financeiro e administrativo na cidade. Recuperou a credibilidade financeira do município e foi responsável pela maior entregue do volume de obras dos últimos anos na cidade, em infraestrutura, Mobilidade Urbana, habitação, além de ampla reestruturação na Saúde, Educação, Esporte e Cultura.

COVID-19  – A partir de março de 2020, deu início a um amplo plano de ação para enfrentamento da pandemia de Coronavírus, fazendo com que a cidade fosse considerada a menos vulnerável à doença em toda a região metropolitana do Estado e a segunda menos vulnerável do País. Entre as medidas emergenciais que colaboraram para esta marca está a implantação de dois hospitais permanentes para tratamento da Covid-19 (novo hospital Anchieta e o Hospital de Urgência), o que garantiu 517 leitos exclusivos para tratamento da doença, além da realização de testagem em massa, inquérito epidemiológico, criação de espaço para isolamento, contratação de novos profissionais de Saúde, como compra de EPIs e insumos, entre outros.

Tem mais de 20 anos de vida pública. Antes de ser prefeito, foi vereador por dois mandatos e deputado estadual em 4 legislaturas. É membro da executiva Nacional do PSDB. É 1º vice-presidente do Conselho da APAS (Associação Paulista de Supermercados).